Da redação com UOL

Título inédito veio neste domingo (21) (Foto: Reprodução/EFE)Título inédito veio neste domingo (21) (Foto: Reprodução/EFE)

O Brasil é uma potência na vela mundial, mas, até este domingo, nenhuma mulher tinha conquistado, em classes olímpicas, o torneio mais importante da temporada. Para mudar essa história, foi necessário que o sobrenome mais famoso da modalidade por aqui entrasse em ação.

Martine Grael, filha do cinco vezes medalhista olímpico Torben Grael, é a nova campeã mundial da classe 49erFX. Ao lado de Kahena Kunze, ela venceu o Mundial da Isaf, disputado em Santander, na Espanha. É a primeira vez que uma dupla feminina vence um mundial adulto em uma classe olímpica. As duas já tinham o melhor resultado do gênero, o segundo lugar do ano passado, na França.

Em Olimpíadas, o melhor resultado até hoje é o bronze de Fernanda Oliveira e Isabel Swan, na classe 470, nos Jogos de Pequim-2008. Em Mundiais, porém, o melhor resultado da dupla foi um quarto lugar no Mundial de 2006, em Rizhao, também na China.

O título de Martine e Kahena coroa a melhor temporada de um brasileiro, homem ou mulher, em 2014. Elas chegaram ao campeonato espanhol como as líderes do ranking mundial, vencendo quatro das sete regatas que disputaram até agora – desde que a classe 49erFX foi confirmada nas Olimpíadas, elas disputaram 16 campeonatos, vencendo 8 (e a pior colocação, até agora, foi um sexto lugar em 2013, na etapa de Mallorca da Copa do Mundo).