Com a suspensão do futebol brasileiro por tempo indeterminado devido à pandemia do novo coronavírus, a Banda B segue com as enquetes sobre Athletico, Coritiba e Paraná. No programa Balanço Esportivo, os integrantes da equipe de esportes escolheram as cinco melhores contratações da história do Paraná.

Flávio – goleiro

Flávio jogou no Paraná entre 2003 e 2007. (Banda B)

Campeão brasileiro em 2001 com o rival Athletico, o goleiro Flávio foi contratado pelo Paraná em 2003 após uma curta passagem pelo Vasco. Apesar da história no Furacão, o camisa 1 rapidamente se tornou um dos grandes ídolos da torcida paranista.

Com o ‘Pantera’ na meta, o Paraná conquistou o título do Campeonato Paranaense de 2006 e disputou a Libertadores de 2007.

Hilton, zagueiro

Hilton estava no time do Paraná que foi campeão da Copa João Havelange de 2000. (Reprodução/Instagram/Montpellier)

O zagueiro Hilton foi um dos principais nomes do Paraná na campanha do título do Módulo Amarelo da Copa João Havelange de 2000. Aos 42 anos, o experiente jogador ainda está na ativa e defende o Montpellier, clube da primeira divisão da França.

Renatinho – meia

Renatinho. (Robson Mafra/Paraná Clube/Divulgação)

O meia Renatinho foi uma das diversas apostas da diretoria paranista para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro de 2017. Vindo do Mirassol, o camisa 10 foi o artilheiro da equipe na segunda divisão, com nove gols, e um dos responsáveis pelo acesso à Série A.

Saulo – atacante

Saulo. (Elísio Júnior/AGB)

Contratado em 1991, o atacante Saulo de Freitas chegou ao Paraná com fama de goleador. Foram 208 jogos e gols entre 1991 e 1996, com algumas interrupções para jogar no Palmeiras e no Guarani, e 104 gols marcados. Ele é o maior artilheiro da história do Paraná.

Pierre – volante

Após se destacar com a camisa do Ituano durante o Campeonato Paulista, o volante Pierre foi contratado pelo Paraná para a disputa do Brasileirão de 2006. Ele se tornou um líder dentro de campo na campanha histórica que levou o Tricolor para a Libertadores de 2007.

Confira os votos:

LUIZ FERRAZ – SETORISTA DO PARANÁ

Flávio, goleiro – Foi uma grande contratação no ano de 2003. Era um jogador que já tinha feito nome no Athletico e o Paraná foi buscar no Vasco. Ele tomou conta da posição e caiu nas graças do torcedor.

Hilton, zagueiro – Era da Chapecoense e deu um retorno gigantesco para o Paraná.

Marquinhos, meia – Foi um dos melhores jogadores do Brasileirão de 2003.

Renaldo, atacante – Foi um dos artilheitos do Brasileirão de 2003 e fez gol de tudo que é jeito naquele ano.

Renatinho, meia – Foi muito bem 2017 e um dos principais jogadores do Paraná na campanha do acesso.

FELIPE DALKE – REPÓRTER

Iago Maidana, zagueiro – Passou por toda a situação no São Paulo, não jogava há um bom tempo. Foi uma boa sacada do Paraná e veio para substituir o Lucas Kal, que sequer jogou no clube.

Pierre, volante – Veio do Ituano. Ele jogou muito em todas as temporadas com a camisa paranista.

Renatinho, meia – Artilheiro na campanha do acesso para a Série A.

Hilton, zagueiro – Foi um dos líderes do elenco de 2000 e participou ativamente no acesso.

Rogério Micale, técnico – Foi uma grande sacada do Paraná ter trazido ele naquele momento.

MONIQUE VILELA – REPÓRTER

Flávio, goleiro – Por tudo que representou e jogou no Paraná.

Saulo, atacante – Artilheiro absoluto do Paraná.

Hilton, zagueiro – Veio da Chapecoense e foi um dos principais nomes do Paraná em 2000.

Pierre, volante – Uma aposta do Paraná que deu muito certo.

Josiel, atacante – Surgiu para o futebol entre 2006 e 2007. Foi um achado do Paraná.

BRUNO ABDALA – REPÓRTER

Renatinho, meia – Jogador fundamental na campanha do acesso em 2017. Foi um dos melhores jogadores daquela equipe.

Iago Maidana, zagueiro – Emprestado pelo São Paulo, o zagueiro fez um gol emblemático na vitória por 1 a 0 sobre o Internacional.

Josiel, atacante – Surgiu muito bem no Juventude e foi contratado pelo Paraná para a disputa da Libertadores de 2007. Fez muitos gols com a camisa paranista e foi o artilheiro do Campeonato Brasileiro.

Saulo, atacante – Maior artilheiro da história. Veio para o Paraná vindo do Atlético-MG e se tornou um dos maiores jogadores do clube.

Hilton, zagueiro – Um dos melhores zagueiros da história paranista. Ele veio da Chapecoense ainda desconhecido do futebol brasileiro.

PEDRO MELO – REPÓRTER

Saulo, atacante – É o maior artilheiro do Paraná. Chegou do Atlético-MG e entrou para a história do clube.

Flávio, goleiro – Ídolo do Athletico e do Paraná. Contratado em 2003 pelo Tricolor, ele jogou por cinco temporadas e foi titular na Libertadores de 2007.

Pierre, volante – O Tricolor foi campeão paranaense e garantiu vaga na Libertadores em 2006, e Pierre foi um dos líderes dentro de campo.

Renatinho, meia – O Paraná apostou em diversos jogadores na campanha do acesso para a Série A em 2017 e o Renatinho foi o principal destaque entre eles.

Josiel, atacante – Artilheiro do Campeonato Brasileiro de 2007 com 20 gols. Apesar da campanha do rebaixamento, Josiel se destacou com a camisa paranista.

LUIZ KOZAK – REPÓRTER

Saulo, atacante – Maior artilheiro da história do clube. Ele chegou em 1991 em negociação com o Atlético-MG. Conversei com Aramis Tissot, presidente do Paraná na época, que falou que foi uma compra proveitosa na época. Foi bom para o Paraná dentro e fora de campo.

Flávio, goleiro – Chegou muito desacreditado no Paraná após ter sido dispensado no Athletico no ano anterior. É um dos jogadores que a torcida mais lembra do time que garantiu a classificação para a Libertadores de 2007.

Maicosuel, meia – É um meia extremamente habilidoso e inteligente. Chegou em 2005 do Atlético Sorocaba e foi um dos destaques dos dois melhores times do Paraná que vi jogar em 2005 e 2006.

Renatinho, meia – Chegou emprestado pelo Mirassol e foi o grande nome do Paraná na campanha do acesso em 2017. Foi o artilheiro do time naquela temporada.

Richard, goleiro – Outro jogador do time de 2017. Ele chegou no meio temporada após a lesão do Léo e ganhou a posição. A torcida do Paraná pede até hoje a volta do Richard.

GREYSON ASSUNÇÃO – COORDENADOR DE ESPORTES

Pierre, volante – Contratação do Vavá em 2003. Fez um grande Paulistão no Ituano e jogou de forma brilhante no Paraná. O melhor volante que vi com a camisa do Paraná.

Hilton, zagueiro – melhor zagueiro que vi jogar com a camisa do Paraná.

Flávio, goleiro – Contratação que a torcida foi buscar no aeroporto de 2003.

Marquinhos, meia – Estava no Flamengo e o Paraná conseguiu contratar ele. Tinha uma certa concorrência e o Paraná saiu na frente. Fez uma grande temporada de 2003.

Vanderlei Luxemburgo, técnico – Maior contratação da história do Paraná. Foi campeão em 1993 e 1994 no Palmeiras e veio treinar o Paraná depois do Flamengo. Ele até deu lucro com o Paraná.