A Banda B segue com a série de debates para escolher os melhores da história de Athletico, Coritiba e Paraná. Durante a semana no programa Balanço Esportivo, os integrantes da equipe de esportes escolheram as cinco melhores revelações da história do Paraná.

Ricardinho – meia

Ricardinho é ídolo da torcida paranista. (Geraldo Bubniak/AGB)

O meia Ricardinho iniciou a carreira no Paraná e conquistou três títulos dos Paranaenses em 1995, 1996 e 1997. Depois que deixou o Tricolor, o meia teve uma carreira de muito sucesso e alcançou o ápice na conquista da Copa do Mundo de 2002 com a seleção brasileira.

Depois que encerrou a carreira, Ricardinho virou treinador e o Paraná foi o seu primeiro clube novamente. Em 2012, ele ganhou o título da segunda divisão do Campeonato Paranaense. Atualmente, é comentarista do SporTV.

Giuliano – meia

Giuliano. (Divulgação/Paraná Clube)

Giuliano iniciou a carreira como profissional no Paraná em 2007. Ele foi lançado pelo então técnico Zetti durante o clássico com o Coritiba. No mesmo ano, o meia foi eleito a revelação da Libertadores com a camisa paranista.

Depois que deixou o Tricolor, o jogador conquistou o título da Libertadores de 2010 pelo Internacional e ainda foi eleito o melhor jogador do torneio. Ele também passou por Internacional, Dnipro-UCR, Zenit-RUS, Fenerbahçe-TUR e atualmente joga no Al-Nassr.

Maurílio – atacante

Maurílio foi o jogador mais citado como o maior da história do Paraná. (Reprodução/Facebook/Paraná Clube)

Maurílio foi revelado pelo Pinheiros, clube que se fundiu com o Colorado e deu origem ao Paraná em 1989. Com a camisa paranista, o atacante conquistou dois títulos do Campeonato Paranaense em 1991 e 1995 e a Série B do Brasileirão de 1992.

Na carreira, Maurílio também fez parte do elenco vitorioso do Palmeiras, que ganhou o Brasileirão em 1993 e 1994, o Torneio Rio-São Paulo de 1993 e o Paulistão de 1994. Além disso, ganhou a Copa do Brasil de 1999 pelo Juventude e a Série C do Campeonato Brasileiro de 2005 com o Remo.

Thiago Neves – meia

Thiago Neves defende as cores do Grêmio. (Lucas Uebel/Grêmio)

Thiago Neves foi revelado em 2005 pelo Paraná. Ao mesmo tempo que mostrava sua habilidade dentro de campo, ele se envia em polêmicas fora dele. O jogador foi vendido em 2006 para o Vegalta Sendai, do Japão, e teve passagens importantes por Flamengo, Fluminense e Cruzeiro.

Em 2019, o meia declarou que gostaria de vestir novamente a camisa paranista. “Eu gostaria de voltar a vestir a camisa do Paraná. Eu saí mal do Paraná. Meu avô é paranista, coloca a camisa em qualquer do jogo do estadual e acompanha. Ele gostaria que eu voltasse”, declarou, em entrevista à Fox Sports.

Lúcio Flávio – meia

Lúcio Flávio durante a segunda passagem como jogador do Paraná. (Divulgação)

Lúcio Flávio foi revelado pelo Paraná em 1997 e conquistou no mesmo ano o título do Campeonato Paranaense. Ainda com a camisa paranista, o meia ganhou o Módulo Amarelo da Copa João Havelange de 2000. Ele ainda teve uma segunda passagem pelo Tricolor entre 2012 e 2015 e ultrapassou a marca de 300 jogos pelo clube.

Depois que encerrou a carreira, Lúcio Flávio foi comentarista da Banda B e atualmente é auxiliar do Tricolor.

Confira os votos

LUIZ FERRAZ – SETORISTA DO PARANÁ

Thiago Neves – meia
Giuliano – meia
Lúcio Flávio – meia
Maurílio – atacante
Ricardinho – meia

MONIQUE VILELA – REPÓRTER

Ricardinho – meia
Maurílio – atacante
Lúcio Flávio – meia
Thiago Neves – meia
Giuliano – meia

FELIPE DALKE – REPÓRTER

Thiago Neves – meia
Giuliano – meia
Lúcio Flávio – meia
Maurílio – atacante
Ricardinho – meia

GIL ROCHA – COMENTARISTA

Ilan – atacante
Marcos – goleiro
Thiago Neves – meia
Giuliano – meia
Ricardinho – meia

PEDRO MELO – REPÓRTER

Giuliano – meia
Ricardinho – meia
Lúcio Flávio – meia
Marcos – goleiro
Maurílio – atacante

BRUNO ABDALA – REPÓRTER

Thiago Neves – meia
Giuliano – meia
Lúcio Flávio – meia
Maurílio – atacante
Ricardinho – meia

LUIZ KOZAK – REPÓRTER

Ricardinho – meia
Thiago Neves – meia
Giuliano – meia
Lúcio Flávio – meia
Everton – meia