Allan Aal. (Felipe Dalke/Banda B)

Em sua primeira entrevista coletiva como técnico do Paraná Clube, na tarde desta sexta-feira (10), Allan Aaal prometeu uma equipe ‘equilibrada, intensa e veloz’ no começo do Campeonato Paranaense. O treinador de 40 anos já era membro fixo da comissão técnica paranista e, com a ajuda do auxiliar técnico Lucio Flavio, será responsável agora por escalar a jovem equipe do Tricolor.

“Nosso objetivo principal é a construção de um elenco forte. Possa aproveitar não só para o Paranaense, mas para o restante da temporada. Momento não é fácil, mas não difícil. Um bom desempenho será bom pra todos”, afirmou Aal, na Sala de Imprensa Caio Júnior.

“Acho que a gente tem que pensar jogo a jogo, partida a partida, por se tratar início de competição. O campo vai nos dizer onde podemos chegar. A gente vem trabalhando e mantendo o nível de profissionalismo da maneira que o Paraná merece”, acrescentou.

O treinador também analisou a contratação do atacante Gustavo Mosquito, que vem por empréstimo do Corinthians. “Conheço o Mosquito desde os 17 anos de idade. Em alguns momentos, perdeu o foco na sua carreira. Conversei com ele. Está mostrando concentração e foco em defender a camisa do Paraná Clube”, disse.

Sobre a parceria com o ex-jogador Lucio Flavio na comissão técnica, Allan destacou a importância do ídolo paranista no trabalho diária na Vila Capanema. “O Lucio é fundamental para o que a gente vem fazendo em campo. Como atleta, não fui um craque. Era caça craque. A gente procura transmitir isso”.

Questionado sobre o possível uso de atletas que estão disputando a Copa São Paulo de Futebol Juniores, Allan Aal admitiu que pode utilizar alguns jovens neste começo de temporada. “Pretendemos usá-los. Já vínhamos trabalhando com alguns desses jogadores no elenco e vamos oportunizar sim. Já definimos com a diretoria, inclusive, que, toda semana, pelo menos um jogador da base vai treinar junto com o nosso elenco principal”, completou.