Allan Aal comanda pela primeira vez uma equipe na Série B do Campeonato Brasileiro. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

A vitória diante do Figueirense, garante a liderança do Paraná até amanhã, a depender dos resultados de Cuiabá e América Mineiro. Tricolor chegou aos 17 pontos e o técnico Allan Aal, valoriza a atuação e a vitória, pois a equipe teve cinco mudanças, em todos os setores da equipe. A maratona de jogos é algo que começa afetar alguns atletas. Desde a estreia da Série B, o Tricolor realizou nove partidas, sendo oito jogos da Série B e um pela Copa do Brasil em 29 dias, uma média de uma partida a cada três dias. A parte física pode ser um elemento a ser considerado na hora de pensar na escalação ideal.

“Conseguimos neutralizar alguns pontos do Figueirense, estamos felizes com a estreia do Salazar e Hurtado, pela sequência do Michel na equipe titular. A rotatividade que nós temos, conseguimos manter a intensidade mesmo trocando alguns jogadores pontuais, isso é fundamental. Quando falamos de valorização de grupo, não é da boca para fora. Fizemos isso no Paranaense, porém com menos tempo de trabalho. Hoje, conseguimos trocar peças, alterar um pouquinho, a característica de jogo da nossa equipe e sem abrir mão daquilo que temos como ideia de jogo”, relatou o treinador.

O Tricolor desde o início da Série B, se mantem no G4 da competição, e como a ser visto com outros olhos pelos adversários. “Prevemos dificuldades, conseguimos nos manter na liderança e oscilando pouco entre as quatro primeiras posições desde a segunda, terceira rodada. É isso que temos que saber trabalhar e ter equilíbrio. É muito melhor, você deixar tudo lá dentro de campo, brigando para se manter numa situação de parte de cima da tabela, do que correr dobrado para fugir das últimas posições. A entrega, o esforço e a determinação de todos, vem fazendo a diferença em muitos jogos e obviamente, desde os jogos que fizemos no começo do campeonato, os adversários vem com uma preocupação maior e temos que saber conviver com isso e trabalhar cada vez mais, para superar. Os jogos da Série B, são muito equilibrados e resolvidos nos detalhes, mas pelo volume de jogo e pela apresentação e o desempenho, nos ficamos felizes e com uma perspectiva de melhorar cada vez mais para se manter na parte de cima da tabela” , analisou o treinador que comanda pela primeira vez, uma equipe na Série B do Campeonato Brasileiro.

O Paraná volta a campo na próxima quarta-feira (09), às 19h15 diante do América Mineiro, na Vila Capanema. Para a partida o técnico Allan Aal, poderá contar com Fabrício que volta de suspensão. Renan Bressan, com um edema na coxa, deverá passar por uma reavaliação para saber se o atleta tem condições.