Alex Brasil participou do Balanço Esportivo desta quinta-feira (Felipe Dalke/Banda B)

O clássico do próximo sábado (05), contra o Coritiba, está sendo tratado como chave para o Paraná na Série B. Precisando voltar a vencer em casa e renovar a moral no jogo contra o rival, o diretor executivo de futebol do clube, Alex Brasil, convocou a torcida para lotar a Vila Capanema e apoiar a equipe em busca do retornos das vitórias após sete jogos diante do seu torcedor.

“É um divisor de águas para nós. Se sonhamos alguma coisa, esse jogo é fundamental. A semana tem sido muito boa de trabalho e todos têm uma responsabilidade de tratar essa partida como uma final de campeonato. Esperamos que o nosso torcedor possa comparecer para apoiar e nos incentivar”, comentou o executivo em entrevista à Banda B.

Alex Brasil considera que um triunfo no clássico Paratiba pode servir também para atrair os torcedores nos próximos compromissos em casa e elevar a média de público do time. “Sabemos que o resultado na Vila Capanema é muito importante para que o torcedor venha. Mas, neste momento, precisamos do torcedor para que o resultado venha. A camisa e a torcida do Paraná fazem a diferença. É com isso que contamos. Que sábado quebre esse paradigma e a gente possa voltar a vencer em casa”, disse.

O dirigente ainda fez uma avaliação da crescente do time após a sua chegada e crê que os resultados possam voltar a aparecer nos próximos jogos. “Acredito que o time vem em uma crescente, procurando jogar bem. As melhorias estão sendo feitas. Esperamos estabilizar isso, que as vitórias venham para trazer alegria ao nosso torcedor”, afirmou.

Confira mais trechos da entrevista do executivo Alex Brasil:

Resolução do ‘caso Fabrício’

Ainda sem a liberação do zagueiro Fabrício, que aguarda uma resposta do seu ex-clube, Veracruz-MEX, para ficar regularizado, Alex Brasil espera uma resolução o quanto antes. “Isso vem incomodando desde que cheguei no Paraná. A Fifa está cobrando a federação mexicana e não houve resposta. Eles vão enrolar até a última instância. Fiquei muito satisfeito em saber que a Fifa já notificou exigindo que eles façam o quanto antes. Acionaram o clube copiando e-mail ao presidente da federação mexicana. Eles vão sofrer sanções se não resolverem. Esperamos que seja resolvido o quanto antes”, explicou.

Olho nas categorias de base

Já planejando também a próxima temporada, o diretor executivo também revelou que está de olho na formação do Paraná e que pratas da casa podem ser utilizados no ano que vem. “Como gestores, temos que pensar nas hipóteses. E a gente já vem trabalhando em relação a isso. Tenho acompanhado diariamente as categorias de base, analisando e visto valores que podem ser lançados já no estadual”, destacou.

Passagem por Portugal

O dirigente também comentou sobre a sua passagem pelo Portimonense, de Portugal, e as lições que tirou da experiência e que servem de exemplo para o futebol brasileiro. “O que se cobra bastante lá fora é o fato de jogar bem, mostrar futebol. Tirar aquelas coisas de cair, cera. Fazer um jogo mais dinâmico, a intensidade. O público vem para ver um grande jogo. Venho passando isso aos nossos atletas. Não temos que controlar o resultado, mas o fato de jogar bem é o que conta”, finalizou.

Confira a entrevista completa do diretor executivo Alex Brasil:

Entrevista com Alex Brasil, executivo de futebol do Paraná

AO VIVO!!!Entrevista com Alex Brasil, executivo de futebol do Paraná Clube

Posted by Portal Banda B on Thursday, October 3, 2019