Micale considerou cobranças justas e reconhece necessidade de resposta (Felipe Dalke/Banda B)

Em uma semana difícil após a derrota em casa para um concorrente direto, o técnico Rogério Micale ganhou o respaldo da diretoria do Paraná e foi mantido no cargo, depois de duras críticas e pedidos da torcida pela sua demissão. Satisfeito com a postura, mas sabendo da responsabilidade, o treinador agradeceu a confiança do presidente Leonardo Oliveira em sua manutenção no cargo.

“Isso é gratificante. No futebol brasileiro nós somos avaliados por resultado, não por performance. A diretoria está presente no dia a dia, estão vendo o que está sendo feito. Quando vem uma posição como essa, vai na contramão de tudo que a gente vê. Temos visto que estamos construindo, por detalhes não estamos fazendo os gols e o resultado não está vindo. Quando vem uma postura dessa do presidente, mostra que existem pessoas de pensando no futebol e não só olhando o placar no final. Só que isso também tem prazo de validade”, afirmou o treinador em entrevista coletiva.

Acostumado a conviver com pressão, principalmente nos dois últimos trabalhos, Rogério Micale deu razão às cobranças e acredita que saberá lidar normalmente com a situação. “Eu enfrentei 200 milhões recentemente. A seleção brasileira sempre tem que ganhar. Eu acho que estou no lugar certo para sofrer essa pressão. Sei ganhar, minha carreira é vitoriosa. Ano passado falaram que não fui bem no Atlético-MG, mas fui finalista da Primeira Liga, no que pude trabalhar. Na seleção, também fui finalista. Hoje estou vivendo outra situação e tenho que saber lidar com isso”, comentou

Vindo de três derrotas consecutivas, o comandante colocou no passado os resultados ruins e reconhece a importância de buscar duas vitórias contra Botafogo e Internacional. “O nosso torcedor pode saber que os mais chateados estão aqui, pois somos profissionais e queremos dar resposta. Mais do que ninguém nós queremos ganhar e quando as coisas não acontecem, gera uma chateação. Temos que saber lidar, pois o campeonato continua. Estamos a cinco pontos de sair da zona de rebaixamento e duas vitórias nos deixam vivos novamente”, finalizou.

O Paraná encara o Botafogo neste domingo (12), às 11h, na Vila Capanema, e depois visita o Internacional, no dia 19, no mesmo horário, em Porto Alegre, fechando o primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

Confira a entrevista coletiva do técnico Rogério Micale:

O técnico Rogério Micale fala em entrevista coletiva na Vila Capanema

Posted by Esporte Banda B on Thursday, August 9, 2018