Márcio Coelho - ParanáMárcio Coelho, técnico do Paraná. (Geraldo Bubniak/AGB)

O técnico Márcio Coelho ressaltou a progressão do Paraná em comparação com os últimos jogos na Série B do Campeonato Brasileiro. De acordo com o treinador, a melhora aconteceu após o retorno de jogadores considerados importantes e o tempo para treinar entre a derrota para o Náutico e a vitória sobre o CSA.

“A gente alcançou a vitória progredindo do que fez nos últimos jogos. A postura em termos de entrega foi a mesma, mas com correções, dois dias de trabalho e retorno de alguns atletas importantes. A gente minimizou os erros e quando errava, estava bem compactado para que as coberturas funcionassem. O segredo para a vitória foi muito bem executada para conquistar a vitória”, declarou Coelho.

O Paraná começou a partida pressionando o CSA já no campo de ataque e aproveitou os erros para marcar os dois gols. Já no segundo tempo, o Tricolor reforçou o sistema defensivo e aguentou a pressão do adversário. O comandante paranista explicou qual foi a estratégia para a partida.

“Exaltar o trabalho de toda a equipe que me municiou de informações sobre o CSA. O primeiro gol nasce de uma pressão que foi trabalhada e a gente consegue progredir. Diferente do jogo com o Náutico, a gente iniciou o jogo e com mais sustentação. A gente sabia que no segundo tempo o CSA, com mais conjunto e ideia mais elaborada, iria explorar alguns espaços entre as linhas e nós optamos em priorizar o sistema defensivo. Tivemos até algumas situações para aumentar o placar”, comentou o técnico.

Torcida do lado de fora

Após a partida, um pequeno grupo de torcedores se aglomerou em frente à Vila Capanema para incentivar a equipe. Coelho ressaltou que o apoio foi fundamental para os jogadores. “O maior prejuízo não só para o futebol por causa da pandemia foi o afastamento [da torcida]. A razão maior de existir o futebol é o torcedor. Essa proximidade, esse apoio foi fundamental. Estava escutando no vestiário e traz uma injeção de ânimo muito grande. Vai ser importante para a reta final”, disse.