Decisão vale apenas para jogos da Série A (Geraldo Bubniak/AGB)

Efetivado no cargo há menos de uma semana, o ministro da saúde Eduardo Pazuello autorizou a presença de público nos estádios em jogos do Campeonato Brasileiro da Série A. A limitação é de 30% da capacidade do estádio, e cada município terá que adotar as politicas sanitárias e protocolos de saúde relacionados aos torcedores. Um ofício com a liberação da presença do público nos estádios foi encaminhado por Pazuello ao presidente da CBF, Rogério Caboclo.

A medida começa a valer já no mês de outubro. Porém, a CBF enaltece que a liberação deve ser feita de maneira uniforme em todo o país.

Em Curitiba, Athletico e Coritiba poderiam receber algo em torno de 13 e 12 mil torcedores, na Arena e Couto Pereira, respectivamente. Como a medida vale inicialmente para jogos da Série A, o Paraná não seria contemplado com a decisão.

Bandeira laranja

A cidade de Curitiba está sob bandeira laranja. O decreto municipal suspende atividades de entretenimento com ou sem música (casas de show, festas, teatros, circo e atividades correlatas), eventuais ou periódicas, bem como estabelecimentos destinados a eventos sociais e atividades correlatas, além dos voltados a feiras técnicas ou de varejo, mostras comerciais, congressos, convenções e outros, como bares e atividades correlatas.

Ate está terça-feira (22), a capital paranaense registra 41.369 casos da Covid-19, com 1204 mortos.