Brasileirão é disputado em pontos corridos desde 2003. (Lucas Figueiredo/CBF)

Ainda sem nenhuma definição sobre quando a bola voltará a rolar no Brasil por conta do coronavírus, surgiu a possibilidade do Brasileirão ser disputado novamente em mata-mata. A ideia já foi descartada pelos clubes e pelas emissoras detentoras dos direitos de transmissão.

A Banda B reproduz um levantamento feito pelo LANCE! e mostra quantas vezes Athletico, Coritiba e Paraná teriam ido para o mata-mata do Campeonato Brasileiro se a fórmula fosse mantida entre os anos de 2003 e 2019.

O time paranaense que mais teria disputado as quartas de final do Brasileiro é o Athletico – 2004, 2005, 2010, 2013, 2014, 2016, 2018 e 2019. Coritiba e Paraná teriam jogado duas vezes cada – Coxa em 2003 e 2011 e Tricolor em 2005 e 2006.

Confira como seriam as quartas de final do Brasileirão entre 2003 e 2019 na mesma fórmula de 2002, o último com mata-mata

2003

Cruzeiro (1º) x Flamengo (8º)
Santos (2º) x Atlético-MG (7º)
São Paulo (3º) x Internacional (6º)
São Caetano (4º) x Coritiba (5º)

2004

Santos (1º) x Internacional (8º)
Athletico (2º) x Juventude (7º)
São Paulo (3º) x Goiás (6º)
Palmeiras (4º) x Corinthians (5º)

2005

Corinthians (1º) x Cruzeiro (8º)
Internacional (2º) x Paraná (7º)
Goiás (3º) x Athletico (6º)
Palmeiras (4º) x Fluminense (5º)

2006

São Paulo (1º) x Goiás (8º)
Internacional (2º) x Figueirense (7º)
Grêmio (3º) x Vasco (6º)
Santos (4º) x Paraná (5º)

2007

São Paulo (1º) x Atlético-MG (8º)
Santos (2º) x Palmeiras (7º)
Flamengo (3º) x Grêmio (6º)
Fluminense (4º) x Cruzeiro (5º)

2008

São Paulo (1º) x Goiás (8º)
Grêmio (2º) x Botafogo (7º)
Cruzeiro (3º) x Internacional (6º)
Palmeiras (4º) x Flamengo (5º)

2009

Flamengo (1º) x Grêmio (8º)
Internacional (2º) x Atlético-MG (7º)
São Paulo (3º) x Avaí (6º)
Cruzeiro (4º) x Palmeiras (5º)

2010

Fluminense (1º) x Santos (8º)
Cruzeiro (2º) x Internacional (7º)
Corinthians (3º) x Botafogo (6º)
Grêmio (4º) x Athletico (5º)

2011

Corinthians (1º) x Coritiba (8º)
Vasco (2º) x Figueirense (7º)
Fluminense (3º) x São Paulo (6º)
Flamengo (4º) x Internacional (5º)

2012

Fluminense (1º) x Santos (8º)
Atlético-MG (2º) x Botafogo (7º)
Grêmio (3º) x Corinthians (6º)
São Paulo (4º) x Vasco (5º)

2013

Cruzeiro (1º) x Atlético-MG (8º)
Grêmio (2º) x Santos (7º)
Athletico (3º) x Goiás (6º)
Botafogo (4º) x Vitória (5º)

2014

Cruzeiro (1º) x Athletico (8º)
São Paulo (2º) x Grêmio (7º)
Internacional (3º) x Fluminense (6º)
Corinthians (4º) x Atlético-MG (5º)

2015

Corinthians (1º) x Cruzeiro (8º)
Grêmio (2º) x Santos (7º)
Atlético-MG (3º) x Sport (6º)
São Paulo (4º) x Internacional (5º)

2016

Palmeiras (1º) x Ponte Preta (8º)
Santos (2º) x Corinthians (7º)
Flamengo (3º) x Athletico (6º)
Atlético-MG (4º) x Botafogo (5º)

2017

Corinthians (1º) x Chapecoense (8º)
Palmeiras (2º) x Vasco (7º)
Santos (3º) x Flamengo (6º)
Grêmio (4º) x Cruzeiro (5º)

2018

Palmeiras (1º) x Cruzeiro (8º)
Flamengo (2º) x Athletico (7º)
Internacional (3º) x Atlético-MG (6º)
Grêmio (4º) x São Paulo (5º)

2019

Flamengo (1º) x Corinthians (8º)
Santos (2º) x Internacional (7º)
Palmeiras (3º) x São Paulo (6º)
Grêmio (4º) x Athletico (5º)