Thalisson Kelven. (Osmar Antônio/Banda B)

Com a suspensão de Sabino e as lesões de Walisson Maia e Romércio, o zagueiro Thalisson Kelven deve ganhar a primeira oportunidade desde o retorno ao Coritiba no meio do ano. Ele estava emprestado para o Guarani, onde também só ficou como opção no banco de reservas e não jogou nenhuma vez.

Mesmo sem jogar desde o ano passado, Thalisson Kelven se diz preparado para entrar em campo. “Eu espero que se concretize essa oportunidade no sábado. Creio que estou bem preparado, estou há nove meses treinando todos os dias e quem não está jogando, treina ainda mais. Eu me sinto muito bem fisicamente, tecnicamente, e estou bem confiante”, comentou.

A chance quase surgiu na última rodada, quando o Coritiba perdeu para o Atlético-GO por 2 a 1. Walisson Maia se machucou durante o primeiro tempo e Thalisson Kelven foi para o aquecimento. Porém, o técnico Umberto Louzer optou por recuar o volante Matheus Sales para a zaga e colocou o meia Patrick Brey.

“Foi um momento normal. O Walisson Maia, na metade do primeiro tempo, já tinha sofrido a torção, foi guerreiro ainda e conseguiu ir até o final do primeiro tempo. Depois, o professor Umberto optou por recuar o Matheus Sales. Eu entendi bem, ele estava pensando no bem da equipe. Estava preparado, aquecendo desde o primeiro tempo, mas, infelizmente, não entrei”, afirmou o zagueiro coxa-branca.

Thalisson Kelven foi uma das apostas do Coritiba no ano passado, quando o clube optou por dar mais espaço para os jovens das categorias de base, mas ficou sem o acesso para a Série A. Para o zagueiro, a campanha de 2018 serviu como aprendizado. “Você olha vários clubes do Brasil que utilizam os meninos da base. Ano passado foi uma pressão muito grande, mas serve de aprendizado. Hoje, a gente está maduro e focado para conquistar o acesso no final do ano”, disse.

“Eu sou um jogador jovem ainda. O não acesso fez com que eu aprendesse muito, posso tirar várias lições do ano passado e meu foco é totalmente do clube. Estou pronto, me sinto mais preparado e mais maduro para estar atuando hoje”, acrescentou o jogador.

Assista à entrevista do zagueiro Thalisson Kelven

Entrevista do zagueiro Thalisson Kelven, do Coritiba

Posted by Esporte Banda B on Tuesday, September 10, 2019