Ouça os gols da vitória do Coritiba na narração de Caio Júnior: 

Wilson marcou o gol da vitória nos minutos finais (Geraldo Bubniak/AGB/Estadão Conteúdo)

A chama de esperança segue acesa no peito do torcedor alviverde. Em mais um jogo diante da sua torcida, o Coritiba teve que se superar no fim para alcançar a sua segunda vitória seguida, ao bater o Juventude, por 2 a 1, na noite desta sexta-feira (05), no Couto Pereira, e seguir sonhando com a reaproximação do G4 da Série B do Campeonato Brasileiro.

Superação foi a palavra que melhor definiu a atuação do Verdão. Com a base repetida em relação ao triunfo sobre o Avaí, na última semana, o técnico Argel Fucks novamente deu chances a jogadores como Alan Costa, Abner, Jean Carlos e Alecsandro. A receita deu certo no primeiro gol, em dobradinha de Abner e Alecgol. O triunfo esteve ameaçado nos minutos finais, quando os visitantes empataram. Mas, no apagar das luzes, o time teve pênalti e Wilson decidiu.

Com o resultado, o Coxa foi aos 43 pontos e assumiu a 8ª colocação da Série B. Na próxima rodada, o time volta a campo no sábado, dia 13, diante do Figueirense, às 19h, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis, em duelo válido pela 31ª rodada da competição.

O jogo

As duas equipes buscaram o ataque na etapa inicial, chegaram a criar chances reais de gol, mas não conseguiram tirar o placar do zero. O Juventude tentou com chutes de longa distância de Hugo Sanches e Pará, todos pela linha de fundo e sem grandes sustos ao goleiro Wilson. Do outro lado, o Coritiba conseguiu assustar mais a meta de Douglas. Primeiro, aos 15 minutos, Jean Carlos tentou da intermediária e mandou à esquerda. Alecsandro, de cabeça, também teve boa chance e a bola raspou o travessão. A melhor oportunidade saiu dos pés de Guilherme Parede. Aos 29, o artilheiro coxa-branca recebeu bom passe de Chiquinho na área, tocou na saída do arqueiro adversário e mandou muito perto da trave esquerda.

Se na primeira parte do compromisso os dois times exploraram o ataque, o segundo tempo foi inteiro da equipe da casa. Logo no primeiro minuto, o Coxa foi para cima e abriu o placar. Em boa trama pela esquerda, Abner cruzou na área e Alecsandro desviou para o fundo das redes do Juventude.

Na frente no placar, o Verdão seguiu superior ao adversário na partida. Aos 11 minutos, Guilherme Parede teve a chance de ampliar, mas o chute se perdeu pela linha de fundo. Pouco depois, Yan Sasse, que havia acabado de entrar na vaga de Jean Carlos, também tentou em chute da entrada da área e esbarrou em ótima defesa de Douglas.

Mas nem tudo foi tranquilidade para o Coritiba somar três pontos em casa. A situação parecia ficar confortável com um a mais após a expulsão de Leandro Lima, mas o castigo veio nos minutos finais. Aos 44, bola cruzada na área e Elias cabeceou no fundo das redes de Wilson para empatar.

Quis o destino que mais uma vez o goleiro alviverde fosse decisivo. Já no apagar das luzes, aos 50 minutos do segundo tempo, a bola foi levantada na área e o árbitro marcou toque no braço de Felipe Mattioni. Wilson cobrou forte, no meio do gol, e decretou mais uma vitória do Coxa na Série B.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 2X1 JUVENTUDE

Local: Estádio Couto Pereira.
Data: Sexta-feira, 05 de outubro de 2018.
Horário: 21h.
Árbitro: Léo Simão Holanda (CE).
Assistentes: Nailton Júnior Sousa Oliveira (CE) e Jailson Albano da Silva (CE).
Público e renda: 4.116 pagantes | 4.376 total | R$ 68.058,00

Coritiba: Wilson; Leandro Silva, Rafael Lima, Alan Costa e Abner (William Matheus); Vitor Carvalho, Simião, Chiquinho e Jean Carlos (Yan Sasse); Guilherme Parede e Alecsandro (Guilherme).
Técnico: Argel Fucks.

Juventude: Douglas Silva; Felipe Mattioni, Micael, Rafael Bonfim e Pará (Bertotto); Lucas, Tony (Elias), Rodrigo e Leandro Lima; Denner (Gabriel) e Hugo Sanches.
Técnico: Luís Carlos Winck.

Gol: Alecsandro (CFC) a 1′, Elias (JUV) aos 44′ e Wilson [de pênalti] (CFC) aos 51′ do segundo tempo.
Cartões amarelos: Abner e Jean Carlos (CFC); Felipe Mattioni e Elias (JUV).
Cartão vermelho: Leandro Lima (JUV).