Ricardo Oliveira deve ser relacionado para o jogo contra o São Paulo (Reprodução/Instagram)

De contrato assinado, o atacante Ricardo Oliveira se coloca à disposição do técnico Jorginho para estrear neste domingo (04), no Couto Pereira, diante do São Paulo. Aos 40 anos e com 20 de carreira, tem nas cores da camisa do Coritiba, uma inspiração para tentar retomar o melhor momento que viveu no futebol, vestindo as cores do Real Bétis, da Espanha. Na passagem pela equipe espanhola, Oliveira marcou 38 gols em 70 jogos.

‘’Eu fico muito feliz de poder estar vestindo essa camisa, as cores do Coritiba eu me identifico muito, me reporta muito ao meu melhor momento na Europa, vestindo a camisa do Bétis. Inclusive eu recebi uma mensagem do Lorenzo Serra Ferrer, que foi meu treinador na Espanha, me felicitando e desejando boa sorte aqui no Coritiba. Eu fico muito feliz de estar aqui e quero retribuir isso dentro de campo’’, disse o atacante.

De uma maneira geral, a carreira de um jogador de futebol chega ao fim por volta dos 40 anos, mas o atacante tem a receita ideal para continuar atuando em alto nível e na elite do futebol brasileiro. “Eu sempre pautei a minha carreira na disciplina, o maior investimento que eu fiz na minha carreira, foi cuidar do meu corpo e é por isso que eu tenho longevidade na minha carreira. Estou com 40 anos, porém chego com força, com disciplina, com paixão, com ambição e metas a serem atingidas. Venho ajudar o Coritiba a crescer no campeonato, subir na tabela e ajudar a somar pontos e sair dessa zona desagradável e eu poder a começar a colaborar com gols”, avaliou Oliveira.

Ricardo Oliveira, chegou ao Coritiba para ser o dono da camisa 9, homem responsável pelos gols do Verdão e com objetivos pessoais bem definidos. “Quero chegar aos 400 gols como jogador profissional e 800 partidas. Para isso, eu já me coloco a disposição do Jorginho para ajudar o Coritiba”, projetou o jogador. Segundo o site ogol.com, o atacante tem 745 partidas na carreira e marcou 378 gols, uma média de um gol a cada dois jogos.

A primeira chance de começar a ajudar o Coxa e atingir as marcas pessoais, a tendência é que o atacante seja, pelo relacionado para o confronto diante do São Paulo, neste domingo (04), às 16h, no Couto Pereira.