Umberto Louzer. (Divulgação/Coritiba)

Dos cinco gols marcados pelo Coritiba até o momento na Série B, todos foram marcados pelo atacante Rodrigão, artilheiro da competição ao lado de Hernane, do Sport. O técnico Umberto Louzer afirmou que vem cobrando o camisa 9 para cumprir a sua função em campo, mas espera que outros jogadores marquem para criar uma maior dificuldade para os adversários.

“A gente sempre quer que o nosso artilheiro faça o gol, e eu estou cobrando ele para realmente seja esse artilheiro. Ele vem cumprindo bem essa função. Mas é sempre bom dividir, porque dificulta o adversário de marcar apenas um atleta. Quando mais protagonistas nesta fase, maior a dificuldade de encaixe”, comentou Louzer.

Uma outra possibilidade para balançar as redes é o meia-atacante Rafinha, que chegou a marcar em sua reestreia contra o Cuiabá, mas estava impedido. “Ele vinha atuando com outros atletas há um bom período, onde sabia da movimentação. Com essa semana, ele adquiriu conhecimento individual dos jogadores que trabalham com ele. Tenho certeza que o desempenho será melhor do que foi no anterior e vai nos ajudar muito”, avaliou o treinador.

O próximo adversário do Coritiba é o América-MG, lanterna da competição. Mesmo com a campanha ruim do adversário, o comandante prega muito respeito e não vê o Coxa como favorito para a partida. “Já conversei com os atletas na nossa reapresentação. O fato deles estarem com apenas um ponto e a gente com uma pontuação que está, não nos credencia a sair de lá com a vitória. O que vai nos credenciar a sair de lá com a vitória é jogar de maneira organizada e tirar o conforto do adversário. O América está investindo bastante, desceu da A para a B e busca o acesso, como o Coritiba”, declarou.

“Foi um tema da nossa abordagem esse fator emocional. Temos que explorar esse fator emocional do adversário, mas marcar forte na linha alta ou média para tirar a posse de bola do adversário. Temos que ter atitude, assim como tivemos contra o CRB. Na ocasião, nós impusemos nosso jogo, mas não fomos eficientes. O Coritiba, pela sua grandeza, tem que jogar sempre buscando a vitória”, acrescentou o técnico.

Assista trecho da entrevista do técnico Umberto Louzer