Umberto Louzer cobrou protagonismo da equipe na Série B (Reprodução/Banda B)

Quase um mês após a última partida, o Coritiba volta a campo na terça-feira (08), fora de casa, diante do Criciúma, no retorno da Série B. Com o tempo aproveitado para fazer ajustes, o técnico Umberto Louzer mostrou confiança com a intertemporada e espera que o grupo coloque em prática o protagonismo que é esperado da equipe na competição.

“Todos fizeram autocrítica para evoluir. Todas as equipes têm o desejo de subir e o Coritiba não é diferente. É um protagonista dentro da competição e tem que ser encarado desta forma. Acredito muito por tudo que os atletas se empenharam nos treinamentos. Muitos jogos não conseguimos traduzir a nossa superioridade em vitórias e esperamos fazer isso nesta volta”, comentou o treinador.

Apesar do tempo de recuperação dos atletas para o segundo semestre, Umberto Louzer segue com problemas para montar o time que vai à campo em Criciúma. Isso porque o lateral-direito Diogo Mateus, o lateral-esquerdo Patrick Brey e o meia Giovanni seguem no departamento médico. O último, inclusive, chegou a treinar normalmente, mas voltou a sentir e desfalca a equipe na volta da Série B.

“Temos a situação do Giovanni. Não é uma lesão, mas está no processo de recondicionamento físico. Temos mais uma semana aberta para ele readquirir essa condição. É um atleta de qualidade, mas precisa também aliar a questão física”, afirmou Louzer.

Na contramão dos que seguem no departamento médico, a novidade é o meia-atacante Rafinha. Recuperado, o camisa 7 viajou com a delegação para Santa Catarina e fica à disposição. “É um atleta que está apto. Conseguiu treinar conosco, esperamos que ele possa retornar da mesma forma como encantou o torcedor coxa-branca. Tenho certeza que vai nos ajudar bastante”, disse.

Novidades no meio-campo

Com as mudanças forçadas, abre a oportunidade para que Luiz Henrique e Thiago Lopes ganhem as vagas no meio-campo. Os dois foram testados durante a intertemporada e deverão iniciar a partida contra o Criciúma, na terça, às 21h30, no Heriberto Hülse. “A ideia é o Luizinho e o Thiago, para que a gente possa ter agressividade com posse e uma estrutura defensiva sem a bola. Esperamos que eles possam trazer para o jogo de amanhã tudo que trabalharam na intertemporada”, concluiu.

Confira a entrevista do técnico Umberto Louzer: