Eduardo Barroca lamenta “conjunto de pequenos erros” que gerou a derrota.  (Felipe Dalke/Banda B)

O Coritiba sofreu a segunda derrota na Série A, desta vez, o Bahia foi o algoz. A equipe baiana venceu por 1 a 0, com gol de pênalti do meia Rodriguinho, ainda no primeiro tempo. O técnico Eduardo Barroca, avaliou o desempenho da equipe, mesmo com onze atletas no departamento médico, o treinador tentou buscar as melhores opções para compor o time titular.

“Saber que temos a responsabilidade, ter personalidade para encarar os nossos adversários e serenidade para saber avaliar as coisas boas que fizemos. Temos que ajustar os detalhes ao nosso favor. Em relação aos meias, é algo que nós não controlamos, estamos com muitos jogadores importantes no departamento médico, só no jogo de hoje, são onze atletas no DM. Me cabe dar confiança aos jogadores que tenho a disposição, fazer com que a competição interna, mesmo com as ausências. ela continue firme e virar a chave para o próximo jogo, pois não temos tempo para lamentar”, comentou Barroca.

A atuação, segundo a analise do treinador não foi ruim, mas o pênalti marcado, foi determinante para mudar o cenário da partida. “Estávamos bem na partida e infelizmente sofremos um gol, num escanteio que era a nosso favor, um conjunto de pequenos erros que culminou num pênalti contra nós, algo que não pode acontecer em nível de Campeonato Brasileiro, pois você acaba pagando um preço muito grande. Sofremos o gol e estávamos bem na partida, já tínhamos criado algumas chances, mas saindo atrás, você começa a jogar contra o tempo, tem uma carga emocional grande e que desgasta muito”, relatou o treinador.

O Coritiba volta a campo, já no próximo sábado (15), às 19h30 no Couto Pereira, diante do Flamengo. As duas equipes ainda não venceram na Série A. Em dois jogos, duas derrotas para ambas as equipes.