Thiago Mehl, preparador de goleiros do Coritiba. Foto: Divulgação/Coritiba

Reconhecido nacionalmente como um dos melhores treinadores de goleiros do futebol brasileiro, Thiago Mehl é hoje uma das peças fundamentais da comissão técnica do Coritiba. Com passagens por Paraná Clube e Vasco, o preparador tem ‘quebrado a cabeça’ para definir, junto do técnico Eduardo Barroca, quem é o titular da meta coxa-branca neste início de temporada.

Em entrevista à Banda B, Mehl  sobre a disputa entre Muralha e Wilson e revelou a satisfação de trabalhar com a dupla de goleiros. Por enquanto, Alex Muralha tem sido o titular na maior parte da campanha coxa-branca no Paranaense.

“É uma tarefa bastante difícil. Quem dera eu tivesse esse tipo de problema por todos os clubes em que eu passei. É uma ‘dor de cabeça’ muito boa, porque a competitividade entre eles é muito grande entre eles e isso só ajuda o Coritiba, pois são dois ótimos profissionais. Espero que consigamos fazer um grande ano, independentemente de qual dois dois entre em campo”, analisou o treinador de goleiros.

Questionado sobre como tem sido realizadas as sessões remotas de treino dos arqueiros do Coritiba, Thiago Mehl explicou que a comissão técnica criou um cronograma de atividades para manter a condição física dos atletas.

“Montamos uma planilha de treinamentos para que os goleiros se preocupem exclusivamente com o controle de composição de controle corporal, percentual de gordura e manutenção de peso e de força. Por se tratar de uma posição particular do futebol, o goleiro não consegue trabalhar com bola nesse período de quarentena, então precisamos pensar em soluções”, afirmou.