Anunciado como novo coordenador das categorias de base da Seleção Brasileira, o técnico Ney Franco só fica no Coritiba até o dia 27 de novembro, na última rodada da Série B, e depois já passa a ser funcionário exclusivo da CBF. Até lá, ele vai tentar acumular as duas funções, afinal não quis abandonar o Verdão no meio do campeonato.

No último domingo, Ney Franco recebeu a visita do técnico Mano Menezes, e os dois já acertaram alguns detalhes do projeto para as categorias de base da seleção. No dia seguinte, enquanto o elenco alviverde estava de folga, Ney foi para o Rio de Janeiro, onde conheceu a Granja Comary, seu novo local de trabalho. No fim do ano, ele prepara sua mudança para a capital carioca.

“Demos uma encaminhada boa. Além da reunião de domingo, eu fui ao Rio na apresentação da seleção sub-14 e dar uma estudada na estrutura lá para a gente colocar dentro do projeto. Na realidade, dostei muito da estrutura da Granja, conversei com o pessoal da sub-14, que está concentrado,foi uma visita muito proveitosa. Na Granja, estaremosbem servidosnapreparação de todas as seleções de base”, disse o treinador.

Como vai dirigir a seleção sub-20 na Copa Sul-Americana, que dá duas vagas para as Olimpíadas de 2012, Ney deve levar a sua comissão técnica no Coritiba para trabalhar com ele na CBF. São eles os auxiliares Éder Paixão e Moacir Pereira e o preparador físico Alexandre Lopes. “A tendência é essa, mas a gente não soltou nada ainda porque a gente está dependendo de alguns ajustes para relacionar esses nomes e passar para a CBF”, finalizou.