O empate em 1×1 com o Paysandu, no último domingo (7), no Couto Pereira, transformou o ambiente do Coritiba em uma verdadeira pressão. O segundo jogo consecutivo sem ganhar em casa geraram vaias dos mais de 19 mil torcedores que foram ao estádio e se incomodaram com mais uma atuação abaixo da expectativa.

Porém, antes mesmo de a bola rolar, as cobranças já surgiam nas arquibancadas. O fato de o CEO Carlos Amodeo ter se desligado do Coxa não acabaram com os protestos, só mudaram o foco. Agora, a manutenção ou não do atacante Alef Manga no elenco é que coloca frente a frente torcedores e diretoria.

Muitos gritaram o nome de Manga antes e durante o jogo com o Papão. Inclusive, uma faixa de apoio ao atleta foi vista no Couto Pereira, batendo de frente com a opinião do diretor de futebol Paulo Autuori, que já se manifestou contra Manga ser utilizado a partir do final do mês, quando acaba a suspensão imposta pelo STJD pelo fato de o jogador ter se envolvido no esquema de manipulação de resultados.

Técnico do Coritiba não se manifesta sobre Manga

Questionado sobre a situação de Alef Manga, o técnico Fábio Matias se esquivou novamente do assunto. Já sobre as cobranças da torcida, ele não tirou a razão da insatisfação pelos resultados.

Toda situação referente ao Alef Manga é da direção. Em nenhum momento conversamos a respeito. Os cantos fazem parte, são uma cobrança e fazem parte do processo. E internamente também nos cobramos, sabemos onde temos que evoluir”, afirmou o comandante do Coritiba.

O próximo compromisso do Alviverde será no sábado (6), quando encara o CRB, às 18h, no Rei Pelé, pela 15ª rodada da Série B.

Faixa para Alef Manga ficar no Coritiba, no Couto Pereira
Torcedores levaram faixa de apoio a Alef Manga contra o Paysandu. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Torcida protesta contra time, pede volta de Manga e pressiona diretoria do Coritiba

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.