(Geraldo Bubniak/AGB)

As ‘Gurias do Couto’, grupo de torcedoras do Coritiba, colocaram uma faixa no estádio Couto Pereira para ressaltar a necessidade de denunciar casos de violência contra a mulher. A faixa ganhou destaque durante a partida do Coxa contra o Santos, na noite deste sábado (17).

A faixa tem a seguinte mensagem: “Repudiamos todo tipo de violência contra a mulher. Não se cale, denuncie. Busque ajuda, disque 180. Ass: Gurias do Couto, de Curitiba, do Brasil, da Itália, do mundo”.

O movimento adaptou a sua faixa após o Santos contratar o atacante Robinho, que teve o contrato suspenso na última sexta-feira (16). O jogador de 36 anos foi condenado em primeira instância por estupro. O caso acontece na boate Sio Café, em Milão, na madrugada de 22 de janeiro de 2013.

A condenação em primeira instância aconteceu em novembro de 2017, mas foi contestada pelas defesas de Robinho e Ricardo Falco, outro acusado pelo crime contra uma jovem albanesa. A Corte de Apelo de Milão vai analisar o processo, em segunda instância, no dia 10 de dezembro.