Durou pouco o mínimo sonho de o Coritiba não ser rebaixado no Brasileirão. O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), José Perdiz, arquivou o documento do Botafogo, que, entre outros pontos, pedia para não ter rebaixamento neste ano no Campeonato Brasileiro.

Não vejo mínimas possibilidades jurídicas para abertura de Inquérito, vez que as razões apresentadas são subjetivas e sem consistência, porque são interpretações unilaterais que não guardam pertinência com a realidade desportiva”, diz parte do comunicado do STJD.

O dono da SAF do time carioca, John Textor, enviou farta documentação, com um relatório que aponta o Brasileirão como o mais influenciado pelos árbitros. Segundo o estudo encomendado pelo norte-americano, o Palmeiras, campeão brasileiro, teria feito 21 pontos a mais por conta de erros de arbitragem favoráveis ao time alviverde.

Além disso, ele fez sugestões para a melhora do campeonato. Algumas são manjadas, como a profissionalização dos árbitros e a desvinculação da CBF. Mas havia também a ideia de cancelar o rebaixamento do campeonato deste ano – quer dizer, o próximo Brasileirão teria 24 clubes, os 20 que jogaram este ano mais Vitória, Criciúma, Juventude e Atlético-GO, que subiram da Série B.

Confira a nota completa do STJD:

Trata-se de Pedido de Instauração de Inquérito ajuizado pela SAF-Botafogo levantando argumentos sobre condutas comissivas e omissivas da arbitragem em diversas partidas do Campeonato Brasileiro de Futebol- série A-2023.

Apresenta um relatório da empresa “Good Game New Deal for Sport” (folhas 07/192) para justificar o Pedido de abertura de Inquérito.

Não vejo mínimas possibilidades jurídicas para abertura de Inquérito, vez que as razões apresentadas são subjetivas e sem consistência, porque são interpretações unilaterais que não guardam pertinência com a realidade desportiva.

Diante do exposto, determino o arquivamento sumário do presente pedido nos termos do artigo 83 do CBJD, por ausência de elementos indispensáveis ao procedimento

Indefiro o pedido postulado na inicial de fls. 02/04, sendo a presente decisão submetida aos Auditores do Pleno na data de hoje e, por maioria, vencido o Auditor Dr. Paulo Sérgio Feuz, referendada. Intimem- se à CBF, à Procuradoria e a SAF-Botafogo.

Marcelino Moreno em Coritiba x Goiás, pelo Brasileirão
Ficou só no papel uma possível anulação de rebaixamento, que impediria queda de Coritiba, Goiás, Santos e América-MG. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

STJD arquiva documento do Botafogo que pedia para Coritiba não ser rebaixado

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.