Robson deve atuar como homem de referência no ataque coxa-branca. (Divulgação/Coritiba)

Foram oito dias entre a vitória diante do Vasco e a partida de logo mais, diante do Fluminense, às 20h no estádio Nílton Santos, o Engenhão. Igor Jesus, que cumpriu suspensão diante do Vasco, poderia ser a novidade no ataque mas, o atacante de 19 anos, está negociando a sua saída para o Sharjah, dos Emirados Árabes Unidos. Robson, novamente deverá atuar mais centralizado diante do Fluminense. A equipe já está no Rio de Janeiro desde o início da tarde do último domingo (28). Tempo para treinar, era o que Jorginho precisava e desta vez, ele teve.

“A semana de trabalho foi muito boa, fiquei muito satisfeito com aquilo que fizemos nos três setores. É um jogo extremamente importante para nós, por isso será bem estratégico, temos que saber jogar esse jogo pois eles estão muito pressionados e nós, de maneira nenhuma podemos perder o jogo. Com uma semana cheia para trabalhar, conseguimos criar um padrão de jogo”, avaliou o treinador coxa-branca.

Jorginho pode repetir que venceu o Vasco. O provável Coritiba terá: Wilson, Natanael, Rodolfo Filemin, Sabino e William Matheus; Matheus Sales, Hugo Moura e Matheus Bueno; Sarrafiore, Giovanni Augusto (Gabriel) e Robson.

Surto de Covid

Se a eliminação na Copa do Brasil, ainda não foi digerido pelo Tricolor Carioca, a equipe comandada por Odair Hellmann tem 12 desfalques, sendo que nove deles é por conta de um surto de covid 19. Ao total, nove atletas estão infectados, três deles eram titulares.

Sendo assim, o provável Fluminense terá: Muriel, Igor Julião, Nino, Matheus Ferraz e Danilo Barcelos; Hudson, Dodi e Nenê; Wellington Silva, Michel Araújo e Fred

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE X CORITIBA

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro
Data: Segunda-feira, 28 de setembro de 2020
Horário: 20h
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)
Assistentes: Daniel Luís Marques (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
Árbitro do VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Assistentes do VAR: Rafael Martins Diniz (DF) e Leone Carvalho Rocha (GO)