Por Guilherme Coimbra com informações de Osmar Antônio

Rildo comentou sobre papel tático que vem exercendo na equipe (Divulgação/Coritiba)

A goleada do Coritiba diante do Avaí, fora de casa, na noite desta quinta-feira (13), representou um alívio para o clube dentro do Campeonato Brasileiro. Depois de sete rodadas de jejum, o time voltou a vencer e amenizou a pressão por resultados positivos na competição. Autor de dois dos quatro gols do triunfo, o atacante Rildo enalteceu a atuação alviverde em Florianópolis e destacou a importância da vitória para diminuir as críticas ao trabalho do treinador e pela retomada do espírito competitivo da equipe.

“O Pachequinho teve uma conversa com a gente antes do jogo, que se caso não tivesse uma vitória, poderia acarretar na demissão dele. Eu acho que ele está fazendo um grande trabalho aqui. Se não me engano foi o [Thiago] Carleto que falou, que é mais fácil colocar a culpa em uma pessoa do que em trinta. Todos têm a responsabilidade, mas o primeiro a pagar o pato é o treinador. Jogamos por ele, pela nossa família e pela torcida este jogo. Se a gente tiver este espírito nos jogos, vai ser difícil ganhar de nós”, destacou o atacante em entrevista à imprensa.

Depois de balançar as redes adversárias por duas vezes, Rildo comemorou o fato de voltar a marcar, mas deu ênfase à importância do papel tático que vem exercendo na equipe, auxiliando na recomposição. “É sempre bom estar marcando gols e ontem eu fui muito feliz neste jogo, mas o Pacheco me cobra muito a parte tática e talvez muitas pessoas não vêem isso, mas estou cumprindo muito bem esse papel que é recompor. No jogo contra o Grêmio, eu roubei mais bolas do os que zagueiros. Então, estou aqui para ajudar o coletivo. É claro que, quando a gente faz gols e aparece individualmente, é muito bom. Mas, o importante, independente de quem faça os gols, é o Coritiba estar saindo vencedor”, disse.

O resultado positivo trouxe maior tranquilidade para a equipe, que assumiu a 10ª colocação com 19 pontos e já projeta o duelo direto dentro de casa contra o Fluminense, que vem logo atrás na classificação, com 17 pontos. Para buscar o segundo triunfo e se aproximar novamente das primeiras colocações, o atacante alviverde espera contar com o apoio da torcida no Alto da Glória. “Eu acho que esses treinadores, como você falou, são muito inteligentes, armam suas equipes muito bem. Será um jogo muito difícil, o Fluminense também é um time grande, uma equipe jovem, com jogadores buscando o espaço no cenário nacional. Esperamos fazer um grande jogo, contando com o apoio da nossa torcida, que é muito importante para nós, e se tiver que cobrar alguma coisa, eles cobram no final da partida”, concluiu.

O Coritiba recebe o Fluminense neste domingo (16), às 19h, no Couto Pereira, em partida válida pela 14ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Confira a entrevista coletiva do atacante Rildo: