Atual presidente, Samir Namur. (Divulgação/Coritiba)

O Coritiba continua vivendo uma situação complicada, tanto no Campeonato Brasileiro da Série A, quanto fora dos gramados. Após dizer que poderia se afastar do cargo de presidente para não interferir no processo eleitoral deste ano, Samir Namur voltou atrás da decisão. Ele se reuniu com o G5 na manhã desta terça-feira (15) e foi convencido a ficar no cargo.

“Atendi o pedido do restante do G5, por meio do CEO do clube já comunicamos o presidente do Conselho Deliberativo [Marcelo Foggiato Licheski] que nenhum assunto sobre a eleição passe por nós. Informamos que ele e a Comissão Eleitoral deverão tratar diretamente com os funcionários da central de sócios, da TI, da comunicação e do marketing, [o que for direcionado ao assunto eleições presidenciais do clube]”, afirmou Samir Namur, atual presidente do Coritiba e candidato à reeleição, à equipe de esportes da Banda B.

Samir Namur informou que a decisão levou em conta o momento do time na Série A, sem técnico e lutando contra o rebaixamento, e por isso, segundo ele, resolveu “não deixar o clube no momento de dificuldade”.