Rodrigo Santana. (Geraldo Bubniak/AGB)

O técnico Rodrigo Santana confia na recuperação do Coritiba na sequência do Campeonato Brasileiro. Com a derrota em casa para o Corinthians por 1 a 0, o Coxa segue em 18º lugar, com 20 pontos, e pode terminar a rodada seis pontos atrás do primeiro time fora da zona de rebaixamento.

“Acredito que não tem nada perdido. Temos que melhorar o mais rápido possível e com uma sequência de jogos contra concorrentes diretos. Nós não podemos desperdiçar pontos. Temos 10 dias para treinar e rever os erros cometidos para vencer o próximo jogo dentro de casa”, comentou o treinador.

Em relação ao jogo, o comandante alviverde acredita que o Coritiba teve dois tempos distintos e foi superior ao Corinthians no segundo tempo. “A avaliação que fiz do jogo foi de dois tempos distintos. Nós tínhamos uma estratégia ofensiva no primeiro tempo, bastante agressiva, e sabíamos que o Corinthians se desgastou muito no último jogo. Porém, demos muito espaço e tivemos as piores decisões no último terço. As escolhas foram erradas e isso nos prejudicou bastante. Procuramos corrigir no intervalo, fizemos todas as alterações possíveis para uma virada e acredito que evoluímos bastante no segundo tempo”, avaliou.

Santana ainda criticou o desempenho do VAR no lance que resultou no gol do Corinthians. “Pelo que eu vi, o jogo estava equilibrado e franco, a gente criou chances de gol, mas foi pego de surpresa com o VAR dentro de casa. Isso muda a estratégia do jogo, ainda mais a gente que não vive um bom momento. No primeiro tempo, a ideia era ser o mais ofensivo possível para sair com o resultado na frente, mas saímos atrás no placar mais uma vez através do VAR”, lamentou.

Tempo até a próxima rodada

Desde que assumiu o comando do Coritiba, o treinador não conseguiu treinar com todo o elenco devido aos casos de Covid-19 nas últimas semanas. Com quase todos os jogos recuperados, ele terá pela primeira vez um período para preparar a equipe da melhor maneira possível. O próximo desafio é somente no dia 05 de dezembro, às 21h, contra o RB Bragantino. “Estou fazendo o terceiro jogo a frente do Coritiba. Na primeira semana que tive de trabalho, nós trabalhamos com uma equipe, procuramos manter a sequência do Atlético-GO, mas perdemos atletas. Infelizmente, nós perdemos oito atletas e mudou praticamente tudo na sexta-feira antes do jogo. No dia seguinte, eu fiquei 12 dias de fora e retornei com apenas um dia de treino antes do Flamengo. Para o jogo do Corinthians, o espaço era o curto e tive apenas um treino”, disse.

“A gente espera uma semana cheia para trabalhar antes do jogo com o Bragantino e todos os atletas à disposição. A partir do jogo com o Bragantino, eu vou ter o grupo no dia a dia para escalar os melhores atletas e ter uma melhora leitura de alterações. Infelizmente, eu não consegui ter três dias consecutivos de trabalho”, acrescentou Santana.