Rodolfo Filemon - CoritibaRodolfo Filemon foi suspenso pelo STJD. (Divulgação/Coritiba)

O zagueiro Rodolfo Filemon, do Coritiba, foi suspenso por quatro partidas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A decisão aconteceu pela cotovelada dada no atacante Rafael Goiás no empate em 3 a 3 com o Goiás, no dia 09 de setembro. Na ocasião, o jogador foi expulso e cumpriu o primeiro jogo da punição.

Rodolfo Filemon foi punido no artigo 254-A (praticar agressão física durante a partida, prova ou equivalente) do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva). O caso ainda cabe recurso no pleno do STJD.

De acordo com o relator do processo, Ramon Rocha, houve agressão do zagueiro do Coritiba. “Entendo que a atitude do atleta Rodolfo se enquadra perfeitamente no artigo 254-A e no parágrafo 1º cita o chute desvinculado da disputa de bola. Não há como negar que o denunciado praticou agressão física. Voto no sentido de manter a denúncia da Procuradoria no artigo 254-A do CBJD e voto pela aplicação da pena mínima de quatro partidas. Ao gandula aplico a pena de 30 dias de suspensão considerando a relativa gravidade da infração”, disse.

Rodolfo Filemon não joga desde o último dia 07, quando foi titular na derrota por 2 a 1 para o Grêmio. Na sequência, o zagueiro foi opção no banco de reservas contra o Fortaleza e ficou afastado por 10 dias após ser diagnosticado com a Covid-19.