Por Rodrigo Dornelles

Estamos em semana de Atletiba e a Banda B preparou uma série retrospectiva para os torcedores de Atlético e Coritiba relembrarem a história do maior clássico do estado. A cada dia, recordaremos um período marcante da rivalidade. Nesta quinta-feira (2), revivemos a década de 1990, quando o Coritiba voltou a ter predomínio nos clássicos. Com auxílio do Grupo Helênicos, também resgatamos um pouco desta história em imagens.

Brandão imita coelho em goleada coxa-branca no dia de Páscoa. (Acervo Grupo Helênicos)Brandão imita coelho em goleada coxa-branca no dia de Páscoa. (Acervo Grupo Helênicos)

No período entre os anos de 1990 e 1999, foram disputados 52 Atletibas e a vantagem foi coxa-branca, com 20 vitórias. Houve ainda 17 empates e 15 vitórias do Atlético. Esta margem favorável ao Verdão fez com que o clube aumentasse a distância histórica no número de triunfos de cada clube no clássico.

Após o Furacão diminuir a diferença na década anterior, o torcedor alviverde voltou a ver a margem aumentar. Somando agora 119 vitórias sobre o maior rival, o Coxa abriu 24 partidas de vantagem para o Rubro-Negro, que passou a somar 95 triunfos contra a equipe do Alto da Glória.

Revivendo o Atletiba – Capítulo 1: Goleadas e equilíbrio, os primeiros 25 anos de rivalidade

Revivendo o Atletiba – Capítulo 2: Maior goleada, público recorde e domínio coxa-branca, os números de 1950 à 1979

Revivendo o Atletiba – Capítulo 3: Boas sequências do Atlético e “cai cai” em amistoso, os números de 1980 à 1989

Coxa emplaca sequência invicto

Iniciando a década, o Coritiba já dava indícios de que havia esquecido os dez anos anteriores. Em 7 de março de 1993, o Verdão venceu o rival por 2 a 1, desta data, até dia 16 de abril de 1995, o clube ficou invicto durante 10 partidas. Foram três empates e sete vitórias do Alviverde. A última, uma goleada por 5 a 1 no dia de Páscoa. Na ocasião, Brandão marcou três vezes e comemorou imitando um coelho.

Dupla Atletiba domina Série B nacional

Clássicos agitaram fase decisiva da Série B em 1995. (Acervo Grupo Helênicos)Clássicos agitaram fase decisiva da Série B em 1995. (Acervo Grupo Helênicos)

Em 1995, o clássico Atletiba ganhou âmbito nacional nos jogos decisivos do Campeonato Brasileiro da Série B. Com a fase final disputada em formato quadrangular, Atlético e Coritiba se enfrentaram duas vezes em busca das vagas para a primeira divisão. Em 29 de novembro, no Pinheirão, empate em 1 a 1 com gols de Paulo Rink para o Rubro-Negro e Vilmar para o Alviverde.

O segundo jogo foi realizado no Couto Pereira, em 13 de dezembro, e o Coxa venceu por 3 a 0, gols de Alex, Auri e Pachequinho. Ao final do quadrangular, o Atlético sagrou-se campeão e o Coritiba garantiu o vice-campeonato, garantindo o acesso de ambos os clubes à Série A do ano seguinte.

Primeiro clássico na Arena da Baixada

Foi no final da década de 1990 que o torcedor atleticano ganhou um dos seus maiores motivos de orgulho, a Arena da Baixada. Mas em 24 de junho de 1999 o estádio foi inaugurado, e em novembro daquele ano, no dia 28, Atlético e Coritiba disputavam o primeiro Atletiba da Arena.

Gustavo (CAP) e Sinval (CFC) disputam espaço em 1999. (Acervo Grupo Helênicos)Gustavo (CAP) e Sinval (CFC) disputam espaço em 1999. (Acervo Grupo Helênicos)

Na primeira etapa, Kelly aproveitou rebote na área e abriu o placar para o Furacão. Ainda na etapa inicial, Leonardo recebeu livre na área, chapelou o goleiro Flávio e deixou tudo igual. Já no segundo tempo, Reginaldo Araújo virou para o Coxa e garantiu a vitória alviverde no primeiro clássico na nova casa rubro-negra.

Rivais “penam” no Estadual

Apesar de dominarem o cenário estadual nos últimos anos, a década de 1990 reservou uma dificuldade para a dupla Atletiba no Campeonato Paranaense. O surgimento meteórico do Paraná Clube, criado a partir de uma fusão entre Colorado e Pinheiros, levou o Tricolor ao topo e o clube dominou o estado durante toda a década.

Em apenas duas temporadas, o paranaense foi decidido pela dupla Atletiba, e o Atlético levou a melhor nas duas oportunidades, em 1990 e 1998. O único título do Verdão na década veio em 1999, sobre o Paraná. O Tricolor foi campeão seis vezes.

Nesta sexta-feira (3), o último capítulo da série Revivendo o Atletiba, que traz a história do clássico a partir do ano 2000 até o atual momento.