Goleiro Wilson vai retornar de empréstimo e deve reassumir a meta do Coxa. (Divulgação/Coritiba)

O presidente Samir Namur já avisou que o Coritiba deve ter apenas um goleiro com um salário mais alto para a temporada de 2020. Com contrato até o final do ano que vem, o goleiro Wilson, depois de ser emprestado ao Atlético-MG na metade deste ano, vai retornar e deve cumprir seu contrato com o Coxa. Assim, o goleiro Alex Muralha só renovaria caso houvesse um reempréstimo e o Flamengo continuasse arcando com parte dos salários do jogador.

Foi sob essa condição que o goleiro Alex Muralha chegou ao Coritiba. Sem espaço no Flamengo e em busca de um clube para se recuperar, o jogador foi peça importante para o time coxa-branca na conquista do acesso à primeira divisão. Mas sua permanência dependerá agora de um novo acordo com o Flamengo.

O goleiro Wilson já manifestou o interesse de voltar ao Coritiba, jogar e cumprir seu contrato. Aos 35 anos, o jogador tem um salário mais alto e o presidente Samir Namur deu a entender que a decisão se permanecerá no clube ou se será negociado novamente está nas mãos de Wilson.

“Ele tem mais um ano de contrato. Ele volta e não cabe ao presidente dizer se ele vai jogar ou não. A decisão será da comissão técnica, como foi antes. É possível que ele volte e, dependendo do que aconteça na pré-temporada, ele queira ser emprestado de novo”, contou Namur.

O mandatário alviverde, no entanto, espera que Wilson possa permanecer no Coritiba em 2020. “Pessoalmente eu gostaria que ele ficasse e falei isso para ele. Então, ele vai voltar, vai ser integrado ao elenco e caberá à comissão técnica se ele vai jogar ou não”, finalizou o presidente alviverde.

2019 irregular

O goleiro Wilson teve um 2019 de altos e baixos. Teve uma lesão na mão na disputa do Campeonato Paranaense e o goleiro Alex Muralha assumiu a titularidade da meta alviverde. As boas apresentações do arqueiro fizeram Wilson voltar ao time no banco de reservas. Ao todo, em 2019, Wilson fez apenas 19 partidas pelo Coxa e marcou dois gols. Um deles na vitória por 1×0 diante do Guarani, pela Série B do Campeonato Brasileiro.