Reprodução

De volta a Curitiba, após passar a quarentena com a família, no Rio de Janeiro, o técnico do Coritiba, Eduardo Barroca, participou de uma especíe de ‘live’ no canal do Youtube do alviverde. Diversos jornalistas esportivos parananenses mandaram perguntas ao comandante do Coxa e ele as respondeu em um vídeo de pouco mais de quinze minutos. Barroca abordou temas como reforços, foco único nos treinamentos e na renovação de contrato de alguns atletas.

Renovações e elenco

“Nós conseguimos a renovação de três atletas muito importantes para o nosso trabalho. O Rafael Lima [zagueiro] é um grande líder e já mostrou isso no ano passado, quando o clube conseguiu o acesso à Série A. Já o Giovanni Augusto [meia], que chegou recentemente ao Coritiba, recuperou sua forma e está em processo de evolução para poder contribuir muito na temporada. Além deles, tivemos também a renovação do Henrique Vermudt [zagueiro], jovem jogador, formado aqui no Coritiba, e que terá a oportunidade de aprender com jogadores mais experientes do nosso elenco”, analisou Barroca.

O treinador também falou sobre os atacantes Rafinha e Sassá, principais nomes do setor ofensivo coxa-branca neste início de temporada. “No caso do Rafinha, ele se reapresentou muito bem. Se cuidou muito física e taticamente durante esses período de inatividade e contamos demais com o seu talento. Já o Sassá chegou no meio do Paranaense, tinha coisas a melhorar e tem trabalhado junto com a nossa equipe física para que evolua cada vez mais”.

Calendário

Sem uma definição do retorno das quartas de final do Campeonato Paranaense, fase em que o Coxa enfrentará o Paraná, Eduardo Barroca também falou sobre como a comissão técnica tem programado as atividades físicas e táticas do elenco alviverde.

“Dentro dessa realidade em que estamos inseridos, nós procuramos estar o mais próximo possível dos jogadores, respeitando os protocolos e a saúde dos atletas. Com esse calendário indefinido, não temos como criar parâmetros para planejar o lado competitivo. Mas precisamos colocar a nosso favor essa realidade: sem precisar dividir o foco com os jogos, vamos aproveitar para trabalhar pequenos detalhes para que a qualidade do nosso jogo cresça assim que as partidas voltarem”, completou.

Confira a entrevista de Eduardo Barroca na íntegra: