Rafinha ainda na época do Coritiba. (Divulgação/Coritiba)

O lateral-direito Rafinha ainda tem um ano de contrato com o Flamengo, que já se movimenta para ampliar o período de permanência do jogador. Porém, o próprio reforçou que não pretender encerrar a carreira no Rio de Janeiro, mas no Coritiba.

“Tenho contrato até ano que vem. Meus representantes já têm entrado em contato, o Flamengo já procurou para essa conversa. Mas o momento é outro. Tem tempo ainda para a gente conversar sobre isso”, disse, revelando, porém, o plano de se aposentar com a camisa do Coritiba, time pelo qual deu seus primeiros passos no futebol.

“Tenho carinho pelo Coritiba, foi o clube que me revelou. Sempre falei que tinha desejo de encerrar lá, e vou encerrar lá, se eles quiserem. Meu pensamento é de encerrar a carreira no Coritiba, uma forma de retribuir o que fizeram por mim”, acrescentou.

Além de falar sobre o seu futuro, Rafinha também comentou, na entrevista coletiva, sobre Jorge Jesus. O lateral-direito assegurou que o treinador não falou com o elenco sobre o assunto, mas avaliou como natural que o português desperte o interesse de outros times.

“Não passou nada, mas a gente, que é mais experiente, sabe que nessa época de transferência, são normais essas especulações. Treinador vitorioso, veio para o Brasil e ganhou. Normal estar na mira de grandes clubes. Não só ele, como os jogadores também. A gente fica feliz de tê-lo ao nosso lado, mas sabemos que futebol é dinâmico. Vejo com bons olhos [as especulações], mostra que o trabalho está sendo bem feito”, afirmou.