Rafinha já inicia fase de transição para treinar com bola. (Divulgação/Coritiba)

Com diversos desfalques por conta do novo coronavírus, o departamento médico do Coritiba vem trabalhando para resgatar atletas lesionados. O atacante Rafinha, que sofreu uma fratura no tornozelo no Athletiba da final do Campeonato Paranaense, está voltando ao elenco Alviverde após longos meses de recuperação. O jogador precisou fazer uma cirurgia por conta da lesão e aos 37 anos realiza o trabalho de transição.

Segundo divulgado pelo Coritiba, o atacante entrou na reta final de recuperação e de forma lenta e gradativa deve retornar aos treinos em conjunto com o elenco coxa-branca. Após três meses da realização da operação no tornozelo, o jogador, que pensou em se aposentar em 2019, falou sobre o momento difícil. “Foi um período difícil, que eu nunca tinha vivido, e que recebi o carinho das pessoas próximas, da minha família, de profissionais do clube, além do torcedor coxa-branca, para poder levantar a cabeça e seguir forte na minha recuperação”, disse o jogador.

Rafinha deverá voltar a trabalhar com bola, mas segue sendo monitorado pelo staff para que tenha recuperação plena de suas condições físicas. “É um processo que eu estou tranquilo, sem criar expectativas para mim mesmo. Quero poder buscar minha melhor condição primeiro, com calma, sem quebrar nenhuma etapa. Mas poder voltar a trabalhar com bola, no dia a dia com todo o grupo, é muito bom”, afirma o camisa 7.

A comissão técnica e o departamento médico não cravam uma data de retorno de Rafinha aos gramados, para a equipe, será necessário aguardar a evolução do organismo do jogador para observar a sua evolução e determinar sua melhor condição de jogo.

O próximo compromisso do Alviverde é contra o Flamengo, no Maracanã, as 19 horas, no sábado (21) pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.