Samir Namur destacou perfil do novo treinador do Coritiba. (Geraldo Bubniak/AGB/Estadão Conteúdo)

O presidente do Coritiba, Samir Namur, declarou que a contratação do técnico Argel Fucks é para “evitar a catástrofe” de não conseguir o acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro. De acordo com o site Infobola, do matemático Tristão Garcia, o Coxa tem apenas 3% de chance de terminar a segunda divisão no G4.

Argel Fucks é o quarto treinador do Coritiba apenas na Série B. Antes, o Coxa foi comandando por Sandro Forner, Eduardo Baptista e Tcheco. “Evidente que a expectativa e a intenção era ficar com o mesmo técnico durante o ano todo. Vários motivos impossibilitaram isso e um deles é o cenário de Série B que o Coritiba encontrou. Nós imaginávamos um cenário diferente para aplicar esse tipo de convicção. Ainda que não tenha havido nenhuma catástrofe e nem disposição interna, a tabela indica essa catástrofe. Para evitar ela, a diretoria entendeu que essa seria a medida”, comentou o presidente do Coritiba.

Namur ainda acrescentou que os resultados ruins sob o comando de Tcheco também levaram a diretoria a contratar um novo treinador. Porém, ele garantiu a permanência do profissional como auxiliar. “Essa escolha por trazer um comandante foi orientada pelos resultados. O Tcheco, nesse tempo que ficou a frente, não teve bons resultados e o Coritiba se encontra em uma posição extremamente ruim. Nada pessoal em relação ao Tcheco, nenhuma falha pessoal dele. Nós não vemos o Tcheco fora da comissão técnica, mas entendemos que precisávamos de um novo comandante. Ele vai continuar como auxiliar do clube”, disse.

Para o mandatário coxa-branca, a situação é complicada se comparada com a última vez que concedeu entrevista coletiva, em 13 de agosto. Na ocasião, o Alviverde estava a apenas dois pontos do G4. Porém, ele acredita que é possível conquistar o acesso para a primeira divisão.

“A situação é pior do que ele aquele momento porque a distância é maior para o G4 e faltam menos jogos. Porém, a situação não é desesperadora. O Coritiba ainda depende apenas de suas próprias forças para conseguir o acesso. Por conta disso, nós, da diretoria, temos crença que o objetivo é possível e temos meio para isso. Temos até obrigação de pensar assim. Quem busca uma alternativa ou solução, mesmo faltando 11 jogos, é porque acredita que ainda é possível”, afirmou Namur.

Assista à entrevista de apresentação do técnico Argel Fucks

Acompanhe a apresentação do técnico Argel Fucks no Coritiba.

Posted by Esporte Banda B on Monday, September 17, 2018