Para atingir o objetivo, Coritiba precisa somar 17 de 27 pontos em disputa. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

É inegável a melhora de atuação e de resultados do Coritiba na era Jorginho neste Campeonato Brasileiro. Sob o comando do técnico, foram quatro partidas com uma vitória, dois empates e uma derrota, cinco pontos somados de doze disputados, um aproveitamento superior a 41%.

Com este aproveitamento, o Coritiba ocuparia a 8ª posição, mas o péssimo início de Brasileirão, com quatro derrotas nos quatro primeiros jogos, faz o Verdão do Alto da Glória figurar na zona de rebaixamento. Após o empate diante do Goiás, o comandante alviverde fez uma projeção de pontos a serem alcançados neste primeiro turno.

“Eu fico preocupado, pois a cada jogo que passa, as coisas vão se apertando mais. Precisamos passar dos 20 pontos, na realidade, precisamos chegar aos 25 pontos ainda no primeiro turno esse é o nosso objetivo”, afirmou Jorginho em entrevista coletiva.

Contas

O Coritiba somou oito pontos nesta Série A, um aproveitamento que não chega a 30%. Para chegar aos 20 pontos ainda no primeiro turno, precisa somar mais 12 pontos em nove partidas. Ou seja, ter um aproveitamento de 44.4%.

Para atingir a meta mais ousada, de chegar aos 25 pontos, o Verdão precisa mais que dobrar o rendimento obtido até aqui. Teria que somar 17 dos 27 pontos em disputa, um aproveitamento de 62.9%, desempenho de equipe que briga por vaga no G6 da Série A.

A equipe volta a campo neste sábado (12), às 16h30, diante do Athletico, na Arena da Baixada. Expulso diante do Goiás na última rodada, o zagueiro Rodolfo Filemon é desfalque certo. Para o seu lugar, Rhodolfo é o mais cotado para começar entre os titulares.