Gustavo Morínigo. (Divulgação/Coritiba)

Na noite desta quinta-feira (7) o Coritiba apresentou oficialmente seu novo treinador, o técnico paraguaio Gustavo Morínigo. O comandante esteve acompanhando a partida entre Coxa e Goiás na última quarta (6) e assumiu os treinamentos agora para tentar salvar o Alviverde do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro. Junto com ele, foram confirmados o Roberto “El Toro” Acuña, como auxiliar técnico e o preparador físico Gonzalo Llanos.

Em entrevista coletiva na sua apresentação, o técnico assumiu que  “na tabela estamos mal, isso é inegável, não podemos negar nossa situação. A partir disso, acreditamos que sempre podemos melhorar, vimos muito boas condições no jogo [com o Goiás], pena que não pudemos sair com a vitória. Mas estamos trabalhando com planejamento estratégico geral que é muito boa, nós aderimos e necessitamos de um tempo maior de conhecimento. O futebol não é muito difícil, é agarrar rapidamente, trabalhar com a colaboração de cada um dos setores e levantarmos todos juntos”.

Ele esclareceu que já sabia do momento do Verdão antes mesmo de aceitar o convite, mas aceitou o desafio proposto. “Não estamos passando em um bom momento, mas [o Coritiba] sempre será grande. O que mais me atraiu para vir à Curitiba foi o planejamento, a estratégia e a nova visão que tem essa nova diretoria e com a visão que tem de futuro. Desde o primeiro momento estive com a certeza de vir e dar tudo o que sabemos e temos para que o Coritiba se levante e se mantenha por muito tempo nos melhores lugares”, afirmou Morínigo.

A estreia do comandante será justamente em um clássico com o Athletico, neste sábado (9), às 19h, no Couto Pereira, válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. “Temos um clássico, é uma oportunidade brilhante para demonstrar, tanto para eles como para nós que sim, queremos permanecer na primeira divisão”, finalizou.