Volante Hugo Moura entrou nas duas últimas partidas e agradou o técnico Jorginho. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Nesta quarta-feira (09), às 18h, no estádio da Serrinha, Coritiba enfrenta o Goiás pela 9ª rodada do Brasileirão. As equipes ocupam a zona de rebaixamento atualmente e, em caso de vitória, o Verdão pode deixar as últimas posições. Com sete pontos em oito partidas, essa será a segunda partida sob o comando de Jorginho longe de casa.

O Verdão tem o pior ataque da Série A, marcou apenas quatro gols em oito partidas, uma média de um gol a cada dia jogos. Neste Brasileirão, balançou as redes em três das oito partidas realizadas.

Equipe

Como Neílton segue vetado pelo departamento médico, a tendência é que o técnico Jorginho deva manter o mesmo esquema que enfrentou o Atlético Mineiro. Na defesa, o experiente zagueiro Rhodolfo pode voltar ao time titular. O provável Coritiba terá: Wilson; Jonathan, Rhodolfo, Sabino e William Matheus; Matheus Sales, Matheus Galdezani, Matheus Bueno e Giovanni Augusto; Robson e Sassá.

Lanterna

O Goias, assim como o próprio Coritiba, trocou de técnico  recentemente. Ney Franco foi dispensando e Thiago Larghi assumiu, e ainda não conseguiu vencer. Três jogos, três derrotas por 2 a 1. O Esmeraldino tem apenas seis partidas neste Brasileirão, dois jogos a menos que o Coritiba e em caso de vitória, pode ultrapassar a equipe paranaense.

Thiago Larghi tem a disposição, o lateral-direito Edílson, ex-Cruzeiro e Grêmio. O jogador de 34 anos foi regularizado e é opção para a equipe. No mais, a tendência é a repetição da equipe com: Tadeu; Edilson, David Duarte, Rafael Vaz e Jefferson; Breno, Miguel Figueira e Daniel Bessa; Vinícius Lopes, Rafael Moura e Victor Andrade.

 

FICHA TÉCNICA

GOIÁS X CORITIBA

Local: Estádio Hailé Pinheiro, Serrinha, em Goiânia
Data: Quarta-feira, 09 de setembro de 2020
Horário: 18h
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Jean Márcio dos Santos (RN)
Árbitro do VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)
Assistentes do VAR: Rodrigo Batista Raposo (DF) e Flávio Gomes Barroca (RN)