Enquanto a bola não volta a rolar no futebol brasileiro, a Banda B segue com a série de debates sobre Athletico, Coritiba e Paraná. Durante a semana no programa Balanço Esportivo, os integrantes da equipe de esportes escolheram os cinco melhores técnico da história do Coritiba.

Ênio Andrade

Ênio Andrade. (Reprodução/Cruzeiro)

Ênio Andrade, que faleceu em 22 de janeiro de 1997, foi o técnico do Coritiba no título do Campeonato Brasileiro de 1985. Ele assumiu na quinta rodada no lugar de Dino Sani, que havia acertado com um clube do Catar, e levou o Coxa até a conquista no Maracanã contra o Bangu.

Marcelo Oliveira

Marcelo Oliveira, (Geraldo Bubniak/AGB)

A primeira passagem de Marcelo Oliveira foi em um dos momentos mais vitoriosos da história do Coritiba. Em 2011, o treinador levou o Coxa até o título invicto do Campeonato Paranaense, com 20 vitórias e 2 empates. No período entre fevereiro e maio de 2011, o time alviverde conquistou 24 vitórias seguidas.

Ainda sob o comando de Marcelo Oliveira, o Coritiba chegou às finais da Copa do Brasil em 2011 e 2012, mas perdeu para Vasco e Palmeiras, respectivamente, e ganhou o Campeonato Paranaense de 2012.

Em 2017, Oliveira retornou ao Coritiba durante o Campeonato Brasileiro, mas o desfecho do trabalho foi com a queda para a Série B após a derrota por 2 a 1 para a Chapecoense.

Paulo Bonamigo

Paulo Bonamigo. (Divulgação/FIFA)

Paulo Bonamigo foi o técnico do Coritiba na excelente campanha do Campeonato Brasileiro de 2003. Na ocasião, o Coxa terminou em quinto lugar, com 73 pontos, e garantiu a classificação para a Libertadores de 2004. Ele também trabalhou no clube entre 2005 e 2006.

Edu Coimbra

Edu Coimbra na despedida de Alex em 2014. (Divulgação/Coritiba)

Em 1989, o Coritiba montou uma das maiores equipes da história do futebol paranaense. O time comandado por Edu Coimbra, irmão mais velho de Zico, tinha como seus pilares o goleiro Gerson, os meias Tostão e Serginho Cabeção, além do atacante Chicão. O alviverde venceu o finado União Bandeirante, na grande final, e conquistou o 29° título Paranaense de sua história.

René Simões

René Simões. (Arquivo/Banda B)

René Simões trabalhou no Coritiba em 2007 e 2009. Em junho de 2007, o treinador assumiu o comando do Coxa com o objetivo de levar a equipe novamente para a Série A do Campeonato Brasileiro. O objetivo foi alcançado com direito a conquista do título em uma vitória emocionante por 3 a 2 sobre o Santa Cruz, no estádio Arruda.

A volta de René Simões aconteceu justamente no ano do centenário do Coritiba. Ele levou o Coxa até a semifinal da Copa do Brasil, mas foi demitido por conta de uma série de maus resultados no Campeonato Brasileiro.

Confira os votos

FELIPE DALKE – SETORISTA DO CORITIBA

Dirceu Krüger, Marcelo Oliveira, Paulo Bonamigo, Tim e Ênio Andrade

LUIZ FERRAZ – REPÓRTER

Tim, Renê Simões, Paulo Bonamigo, Marcelo Oliveira e Ênio Andrade

MONIQUE VILELA – REPÓRTER

Renê Simões, Paulo Bonamigo, Tim, Marcelo Oliveira e Ênio Andrade.

BRUNO ABDALA – REPÓRTER

Marcelo Oliveira, Paulo Bonamigo, Edu Coimbra, Darío Pereyra e Ênio Andrade.

PEDRO MELO – REPÓRTER

Marcelo Oliveira, Ênio Andrade, Renê Simões, Paulo Bonamigo e Edu Coimbra.

LUIZ KOZAK – REPÓRTER

Ênio Andrade, Marcelo Oliveira, Renê Simões, Dirceu Krüger e Edu Coimbra.

GREYSON ASSUNÇÃO – COORDENADOR DE ESPORTES

Edu Coimbra, Paulo César Carpegiani, Paulo Bonamigo, Marcelo Oliveira e Ênio Andrade.