Eduardo Barroca Já soma cinco derrotas seguidas no comando do Coritiba. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

A eliminação precoce na Copa do Brasil, e as cinco derrotas consecutivas, três somente pelo Brasileirão e todas por 1 a o dão o tom do momento que o Coritiba vive. A crise parece que chegou de vez ao Alto da Glória. O trabalho do técnico Eduardo Barroca começa a ser contestado pelo péssimo início de campeonato, se tratando de resultados.

“Eu dividi o campeonato em oito ciclos. Neste primeiro ciclo de cinco jogos que termina diante do Bragantino, talvez o mais difícil dos oito que planejamos, afinal temos três jogos fora de casa e dois em casa. Das cinco equipes envolvidas, quatro delas em competições internacionais. A nossa projeção era de pontuar o máximo possível, mas com o pé no chão sabendo das dificuldades. Obvio que não estamos satisfeitos com os últimos resultados”, lamentou o comandante alviverde.

Apesar da derrota, o ponto positivo foi a estreia do atacante Neílton, que deu uma nova movimentação pelo lado esquerdo do Coritiba.  “Gostei muito da entrada do Neílton, mesmo com um jogador a menos, ele tentou compensar com atitudes de pressionar a saída de bola do Flamengo, mesmo na situação adversa. O Neílton vai ser muito importante para o Coritiba na temporada, estava sem atuar há muito tempo, evidente que ele não tem condições físicas para jogar um tempo maior, mas ficou muito claro com a atuação dele, o nível de jogador que ele é, que ele tem condições de ajudar o Coritiba e naturalmente vai ganhar o seu espaço. Tecnicamente, tem repertório para nos ajudar e o crescimento físico dele  vai nos ajudar bastante”, disse otimista o técnico.

Em relação ao futuro por conta da sequência de derrotas, Barroca tranquilamente diz não pensar no assunto. “Sinceramente, eu não penso nisso. Minha única preocupação é tentar encontrar as soluções internas, para que possamos reverter essa situação, o mais rápido possível”, declarou Barroca.

Em busca dos primeiros pontos na Série A, o Coritiba volta a campo na próxima quarta-feira (19), às 21h30 diante do Corinthians, na Arena Corinthians.