Yan Couto estreou com a vitória do Coritiba sobre o Cianorte (Geraldo Bubniak/AGB)

Em uma noite chuvosa e de estreias, o Coritiba derrotou o Cianorte, por 2 a 0, nesta sexta-feira (21), no Couto Pereira, pela oitava rodada do Campeonato Paranaense, e voltou a vencer após duas partidas. A partida marcou a primeira aparição do lateral-direito Yan Couto, de 17 anos, no time profissional alviverde.

Com o triunfo, o Coxa foi aos 17 pontos e assumiu provisoriamente a liderança do estadual. Na próxima rodada, o time volta a campo no sábado (29), às 20h, contra o Toledo, no Estádio 14 de Dezembro, no oeste paranaense.

O jogo

Apesar de o Cianorte tentar mostrar a que veio antes mesmo do primeiro minuto de partida, o Coritiba fez um primeiro tempo seguro e sem sobressaltos na noite chuvosa no Couto Pereira. Logo aos dois minutos, em trama pelo lado direito, Sassá ajeitou para Robson, que finalizou com perigo.

As jogadas trabalhadas foram o principal trunfo alviverde, que voltou a assustar aos 20, em chute de Matheus Galdezani que passou à direita da trave. Coube então ao time do técnico Eduardo Barroca apostar nas bolas paradas para tentar chegar ao êxito. E assim foi. Aos 33 minutos, Rafinha cobrou falta do lado esquerdo, o goleiro Bruno espalmou, mas a bola ultrapassou a linha e o assistente, atento, validou o gol coxa-branca.

A etapa inicial ainda teve tempo para a estreia do lateral-direito Yan Couto, de apenas 17 anos, principal joia da base alviverde e que foi negociado com o Manchester City por 6 milhões de euros. Mas brilhou mesmo foi a estrela de Robson, aos 43, que aproveitou cobrança de falta de Rafinha para cabecear no fundo das redes de Bruno e ampliar: 2 a 0.

O Coritiba seguiu mantendo o domínio na etapa final, mas abriu espaço para o Leão do Vale crescer na partida. Depois de passar a primeira parte inteira sem assustar, o time do interior levou perigo duas vezes. Primeiro, aos três minutos, Rodrigo Alves mandou para fora. Mais tarde, aos 15, Júnior Prego arriscou de longe e Muralha espalmou para escanteio.

Mas o Verdão voltou a crescer na parte final e por pouco não chegou ao terceiro gol. Aos 24 minutos, Giovanni Augusto, que havia acabado de entrar na partida, fez boa jogada e acionou Sassá, que mandou para fora. Pouco depois, em nova jogada do camisa 90, ele entregou para Rafinha, que invadiu a área e tocou de cobertura, mas parou no travessão.

FICHA TÉCNICA
CORITIBA 2X0 CIANORTE

Local: Couto Pereira.
Data: Sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020.
Horário: 20h.
Árbitro: Leonardo Sigari Zanon (PR).
Assistentes: André Luiz Severo (PR) e Jonathan Evers Dias (PR).
Público e renda: 

Coritiba: Alex Muralha; Patrick Vieira (Yan Couto), Rhodolfo, Rafael Lima e William Matheus; Matheus Sales, Matheus Galdezani (Matheus Bueno) e Thiago Lopes (Giovanni Augusto); Rafinha, Robson e Sassá.
Técnico: Eduardo Barroca.

Cianorte: Bruno; Weriton, Maurício Barbosa, Eduardo Domachowsvick e Júnior Prego; Gercimar, Morelli, Zé Vitor (Fernandinho) e França (Everton Bala); Buba (Lucão) e Rodrigo Alves.
Técnico: João Burse.

Gols: Rafinha aos 33′ e Robson (CFC) aos 43′ do primeiro tempo.
Cartões amarelos: William Matheus, Rafinha e Robson (CFC); Eduardo Domachowsvick e Buba (CIA).