Jorginho. (Geraldo Bubniak/AGB)

O técnico Jorginho lamentou a derrota em casa do Coritiba por 1 a 0 para o Atlético-MG, na noite deste domingo (06), no estádio Couto Pereira. Para o treinador, o Coxa merecia um resultado melhor pelo desempenho da equipe no segundo tempo.

“Toda vez que a gente furou a primeira linha de marcação, conseguiu jogar. Toda equipe se expõe e marca basicamente no mano a mano, se desorganiza taticamente, mas a gente não aproveitou. Se a gente tivesse jogado no primeiro tempo da mesma forma do segundo tempo, teria um resultado melhor. Tomamos um gol em escanteio, e lamentamos os três pontos perdidos. Merecíamos no mínimo um empate, principalmente pelo segundo tempo que fizemos”, declarou o treinador.

Jorginho ainda destacou que o trabalho na etapa final o deixa esperançoso que o Coritiba vai deixar a zona de rebaixamento. “O segundo tempo que fizemos me deixou esperançoso de que essa equipe tem todas as condições de sair da zona de rebaixamento. Sabemos que não vai ser tão simples sair da zona de rebaixamento, ainda mais se distanciar. Isso vai acontecer mais para o segundo turno. Essa equipe tem capacidade e com a chegada dos reforços pontuais, eu creio que vamos ter uma equipe mais qualificada e capacitada”, comentou.

Se no segundo tempo o desempenho foi positivo, o mesmo não pode se dizer na etapa final, quando o Coxa foi dominado pelo Atlético-MG. Mesmo assim, o treinador defendeu a estratégia utilizada. “Não faria diferente. Eu entrei com três volantes, mas toda a liberdade foi dada para o Matheus Bueno e o Galdezani. Quando a gente recupera a bola, os dois são meias. Tinha que ter todo o cuidado também porque o Giovanni Augusto está ainda recuperando o ritmo de jogo, e o Giovanni também”, analisou.

Próximo jogo

Na próxima rodada, o Coritiba joga contra o Goiás, na quarta-feira (09), às 18h, na Serrinha. Para o comandante, a expectativa é de um jogo diferente diante de um concorrente direto para escapar do rebaixamento. “Vamos agora para um jogo diferente contra uma equipe na zona de rebaixamento e vamos observar os últimos jogos deles. A gente tem que ver muito vídeo, as tendências e o padrão tático da equipe para trabalhar em cima disso”, disse.

Assista à entrevista do técnico Jorginho