(Reprodução/Banda B)

Após dez rodadas de invencibilidade, o Coritiba voltou a perder na Série B. Na tarde deste sábado (31), o alviverde foi derrotado pela Ponta Preta, fora de casa, pelo placar de 1×0. O gol da Macaca foi marcado por Roger, em posição de impedimento. Apesar do erro da arbitragem, o treinador Umberto Louzer evitou criticar a atuação do juiz e de seus auxiliares, e salientou alguns dos erros do Verdão no jogo.

“Não gosto de falar de arbitragem. Tomamos um gol de bola parada, que nós tínhamos conversado muito. Não aproveitamos as chances que surgiram no primeiro e no segundo tempo. Tivemos dificuldades na conexão entre o meio de campo e o ataque. Agora vamos analisar o jogo após esfriar a cabeça e buscar corrigir alguns erros”, afirmou em entrevista coletiva após a derrota.

Louzer também elogiou a atuação de Welissol, que entrou na segunda etapa, no lugar de Patrick Brey. “A ideia de começar com o Patrick foi de usá-lo pelas pontas, já que os laterais da Ponte espetariam muito. Mas faltou capricho no passe lá na frente de todo o sistema ofensivo, aí escolhemos o Welissol para sermos mais ofensivos. Ele teve uma função importante, mas não foi o suficiente para, pelo menos, conseguirmos o empate”, analisou.

Apesar do mau resultado, o técnico minimizou a derrota e assegurou que a equipe irá se preparar para a próxima partida, no próximo domingo (8), no Couto Pereira. O Coxa terá uma semana cheia de treinos para tentar recuperar o elenco. “Nunca perdemos as convicções nem na sequência de vitórias, não será com um resultado ruim que vamos sair do caminho. Vamos buscar evoluir, recuperar os atletas fisica e taticamente e garantir a vitória, em casa, contra o Atlético-GO”, ressaltou Louzer. O adversário goiano venceu sua partida contra contra o São Bento e chegou aos mesmos 34 pontos do Coritiba.