Foto: Osmar Antônio/Banda B

Mesmo sem os principais nomes do elenco à disposição, o técnico Umberto Louzer tem vivido dias mais tranquilos no Alto da Glória. Invicto a cinco rodadas, o Coritiba vive seu melhor momento na Série B e deverá usar o fator-casa para mais uma vitória no Couto. Ainda sem poder contar com o goleiro Wilson, o treinador poderá usar Rafinha no decorrer da partida contra o Figueirense, neste sábado (10), às 1630, para entrar de vez no G4.

“A escalação ainda não está definida. No caso do Rafinha, ainda precisamos analisar como ele treinou nesta sexta-feira e entender o que é melhor para ele e para a equipe. Apesar de a lesão não mais existir, ele vem de duas contusões e não podemos arriscar a perdê-lo por mais tempo.

Louzer ainda elogiou a versatilidade do meia-atacante dentro de campo. “O Rafinha tem qualidades impressionantes, e uma mobilidade que o credencia a jogar tanto pelo lado direito ou esquerdo, assim como eu posso escalar ele pelo meio, atacando de dentro para fora. Um atleta assim é sempre bem-vindo, mas precisamos ter um cuidado especial com o fator lesão”, salientou.

O técnico também descartou a presença de Wilson na meta coxa-branca. “Ele está fora. Temos algumas etapas para serem cumpridas ainda, então ele vai fazer o treinamento de hoje e terça-feira deverá estar disponível contra o Brasil de Pelotas”.

Sobre a partida deste sábado, Umberto Louzer ressaltou que, em um campeonato de pontos corridos, todos os jogos são decisivos para a conquista do acesso à Serie A, principal objetivo alviverde na temporada. “Mais uma decisão. Todo jogo nós encaramos como final de competição, ainda mais contra uma equipe tão equilibrada quanto o Figueirense. Eles têm controle de jogo e tomam poucos gols, então vão nos obrigar a cumprir muito bem nossas obrigações táticas”, acrescentou o comandante coxa-branca.

O provável Coritiba que vai a campo amanhã deve ser: Muralha; Diogo Matheus, Rafael Lima, Sabino, William Matheus; Matheus Salles, Alano e Giovanni; Thiago Lopes, Wellisol (Rafinha) e Rodrigão.

Confira as informações do Verdão com o repórter Osmar Antônio: