O Coritiba está prestes a confirmar Fábio Matias como seu novo treinador para a sequência da temporada. Com isso, o então interino James Freitas voltará à função de auxiliar permanente da comissão técnica do clube, função que exercia até a demissão de Guto Ferreira.

Em pouco mais de um mês como interino, James disputou seis partidas, com três vitórias, um empate e duas derrotas, um aproveitamento de cerca de 55% dos pontos disputados, o que deixa o Coxa no meio da tabela, na nova posição, mas apenas um ponto atrás do G4.

Mas, além dos resultados em campo, o que este período como treinador pode deixar de “legado” para o novo comandante que está para chegar? A Banda B listou alguns pontos em que o Alviverde evoluiu.

Setor defensivo

Em seis partidas com James comandando, o Coritiba sofreu apenas quatro gols. O time tem a quarta melhor defesa da Série B, atrás apenas de Goiás (4), Avaí e Operário (ambos com cinco gols sofridos). Foram três partidas sem ser vazado.

Além disso, dos quatro gols sofridos nestes duelos, dois foram na vitória por 4×2 sobre o Ituano, quando o time paulista já estava atrás no placar e apenas descontou, sem interferir diretamente no resultado.

Chance para os piás do Couto

Contra o Ituano, muitos jovens foram a campo, casos do lateral-direito Jhonny, de 22 anos, o também lateral-direito Felipe Guimarães, de 20 anos, que fez sua estreia como profissional e o lateral-esquerdo Rodrigo Gelado, de 20 anos, que se firmou na posição.

Sem contar o goleiro Pedro Morisco e o atacante Lucas Ronieer, que com 20 e 19 anos, respectivamente, se tornaram referências da equipe, sendo potencializados por James, acostumado a treinar categorias de base e tirar o máximo possível de jovens nomes.

Eu trabalhei 17 anos nas categorias de base, então conheço bem esse processo e converso muito com os jogadores. Esse equilíbrio que buscamos, o jovem vai te oferecer muita energia e o experiente vai oferecer aprendizado. No dia a a dia o Damião ajuda muito o Brandão, Maurício (Antônio) e Bruno (Melo) orientam zagueiros mais jovens, Jamerson orienta o Gelado… É um trabalho feito com muitas mãos”, explicou ele.

Couto vira arma do Coritiba

Em três jogos no Couto Pereira, o Coxa teve 100% de aproveitamento. Inclusive, marcou oito dos dez gols em toda a competição só nessas partidas. As melhores atuações foram em partidas em casa, contra Operário e Ituano.

Quarto melhor mandante, o Coritiba, aos poucos, foi recuperando a força em casa, especialmente após a derrota para o Sport, a única diante da torcida em 2024, mas que culminou na troca do comando alviverde.

James Freitas, técnico interino do Coritiba
James Freitas se despediu do comando do Coxa contra o Ituano. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Espaço para jovens, melhoria da defesa… o que James deixa no Coritiba?

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.