Jorginho - CoritibaJorginho. (Divulgação/Coritiba)

O técnico Jorginho lamentou o aproveitamento ruim do Coritiba nas finalizações na derrota para o Ceará por 2 a 1 e prometeu iniciar os treinamentos da semana com chutes a gol. De acordo com o aplicativo SofaScore, o Coxa finalizou 15 vezes, sendo seis em gol.

“Infelizmente, nós não temos conseguido concluir da forma que imaginamos. A minha função é criar as movimentações necessárias para que a gente chegue até a oportunidade de gol. Infelizmente, a gente não está conseguindo concluir e tem a felicidade do goleiro adversário. Tivemos 64% de posse de bola, mas nada adianta ter a bola se não consegue fazer os gols. O que a gente precisa agora são de pontos. A gente tem feito os trabalhos durante a semana e o que nos resta é começar todos os treinamentos com finalizações. Vai ser uma ordem agora”, explicou o comandante.

Confiança da diretoria

Com a segunda derrota seguida, o Coritiba caiu para a penúltima colocação e o trabalho do treinador voltou a ser questionado pela torcida. Jorginho ressaltou que tem o aval da diretoria e lembrou do bom desempenho apesar dos resultados ruins. “Qual treinador que perde dois, três jogos e não fica em situação pressionada? A diretoria tem me deixado confiante e tranquilo. O trabalho está sendo feito. O mais importante é a gente analisar que a equipe está jogando bem. Não montei esse elenco, alguns jogadores foram oportunidades, mas não quero me eximir porque sou o comandante”, disse.

“Estou tranquilo em relação ao meu trabalho e respeito a opinião de qualquer pessoa. Tenho procurado tirar o melhor da equipe. Eu sou um cara perseverante, trabalhador e vou continuar acreditando enquanto me derem oportunidade de continuar trabalhando. A diretoria tem a liberdade de fazer o que acha melhor e a gente tenta sugar o melhor de cada jogador”, acrescentou o técnico.