Jorginho mira a Libertadores pelo Coritiba (Max Haack/Ag Haack)

Mesmo sem ter a permanência garantida na próxima temporada, o técnico Jorginho traçou um objetivo ousado pelo Coritiba. Satisfeito com a conquista do acesso, o treinador enalteceu a importância da conquista, mas destacou a importância de feitos que condizem com a grandeza do clube para os próximos anos.

“Estou muito feliz pela conquista que tivemos, mas ainda acho que é pouco para este clube. É grande e as conquistas têm que ser maiores. É uma Libertadores no ano que vem”, disse em entrevista à imprensa, na festa do acesso no Couto Pereira.

Nos braços da torcida, que compareceu ao Alto da Glória para receber os personagens da conquista do acesso, Jorginho agradeceu o apoio dos torcedores, que levaram o Coritiba a ter a melhor média de público na Série B. “Fico muito feliz, é uma gratidão muito grande receber este carinho. Sabemos que o resultado contribuiu muito para que isso acontecesse. Em alguns momentos existiu a dúvida se a gente ia conseguir ou não. Muitos jogos não fomos bem, mas tivemos grandes jogos como contra o Bragantino, que foi o melhor sob o meu comando. Ver que a gente conseguiu, é muito bom”, comentou.

Caso siga no comando do time, o treinador também projetou a próxima temporada, com mais tempo de trabalho e trabalho em conjunto com a diretoria na busca por reforços. “Temos que ser bem pontuais nas contratações. Com o tempo de treinamento que terei, vou conseguir organizar melhor a equipe, com uma pré-temporada e tempo para corrigir e trabalhar”, finalizou.