Foto: Geraldo Bubniak/AGB

O Coritiba deixou escapar os três pontos na noite de ontem (24), ao empatar em 0x0 com o Operário, no Couto Pereira. Uma primeira etapa ruim e um segundo tempo pouco efetivo não foram suficientes para o alviverde sair com a vitória. Os jogadores lamentaram o empate, mas destacaram o segundo tempo dominante diante da equipe ponta-grossense.

“Agora temos que correr atrás desses pontos. Precisamos ter mais atitude, pois entramos mornos e no segundo tempo colocamos a bola no chão e fomos produtivos, mas infelizmente os gols não vieram”, afirmou o goleiro Alex Muralha em entrevista ao repórter Osmar Antônio, após a partida de ontem.

O meia-atacante Rafinha também destacou a boa partida do goleiro do Operário, Rodrigo Viana, que evitou dois gols do Coritiba. “Criamos boas oportunidades, o goleiro deles fez duas ótimas defesas, uma na cabeçada do Robson.”, relatou. “Agora é buscar a vitória fora de casa, com esse jogo a menos contra o Cuiabá. Precisamos vencer”, afirmou.

Giovanni, que entrou na segunda etapa, melhorou a equipe do técnico Jorginho, mas não foi suficiente para abrir o placar. Ele ainda reclamou de um pênalti não marcado para o Coritiba. “Quando ficamos de fora, podemos ver em que a equipe está errando. Entrei e pude ajudar, mas tem dia que nós tentamos e o gol não sai. A arbitragem também não marcou um penalti claro no William Matheus”, acrescentou.

O Coritiba volta a campo na próxima terça-feira (29), às 22h30, em partida adiada da 24ª rodada da Série B.