Depois de quatro jogos, o Coritiba fez as pazes com a vitória. E não foi um resultado qualquer. A goleada por 4×0 sobre o Cianorte, no último domingo (3), no Albino Turbay, não só encaminhou a classificação para a semifinal do Campeonato Paranaense, como apagou alguns fantasmas que assombravam o time em 2024.

Um deles era a defesa. Foram 14 gols sofridos e o Coxa só havia saído sem sofrer gols em três jogos (um deles justamente contra o Cianorte, na primeira fase), chegando agora a quatro. E o outro é vencer fora de casa. Foi o terceiro triunfo como visitante (dos dois anteriores, mais uma vez um era diante do Leão do Vale).

Mas, o fundamental, segundo o técnico Guto Ferreira, foi retomar a confiança do elenco, o que começou logo após a derrota por 1×0 para o Cascavel, no domingo passado (25), e se concretizou com a boa atuação no interior do Estado.

Começamos a vencer a partida no domingo, após a derrota para o Cascavel, quando o nosso presidente (o CEO Carlos Amodeo) chamou a responsabilidade junto com a gente. Ali começamos a ganhar o jogo, passando confiança e isso foi retomado pelos jogadores. Trabalhamos para fazer os ajustes e acho que hoje foi reflexo disso”, afirmou o treinador, em entrevista coletiva.

Guto prega cautela no Coritiba

Apesar da boa vantagem – o Coritiba pode perder por até três gols de diferença sábado (9), no Couto Pereira, que se classifica, e se levar quatro de diferença, a decisão da vaga vai para os pênaltis, Guto Ferreira não vê nada decidido. “Não tem nada ganho ainda. Temos que respeitar o nosso adversário e fazer ainda melhor em casa”, resumiu.

Além disso, o treinador fez questão de ressaltar que a boa atuação não significa que as coisas estão resolvidas no Coxa e que ainda tem muito o que ajustar para a sequência da temporada. Por isso, é fundamental saber utilizar o período de treinos e, principalmente, os próximos confrontos.

“Está tudo certo? Não, tem muita coisa para ajustar, mas acho que a gente, equiparado aos nossos adversários, em termos de sequência de jogos, semana cheia, com uma condição física de descanso, nossa equipe sabe o que quer, onde quer chegar, então só temos a dizer ao nosso torcedor que não vamos acertar sempre, mas vamos sempre trabalhar para isso”, concluiu o comandante alviverde.

Guto Ferreira, técnico do Coritiba
Guto Ferreira adotou discurso de cautela, apesar da goleada no Albino Turbay. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Guto Ferreira comemora reação do Coritiba após fase ruim, mas avisa: “não tem nada ganho”

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.