Funcionários do Coritiba testaram negativo para a Covid-19. (Divulgação/Coritiba)

Os dois funcionários do Coritiba que testaram positivo para a Covid-19 realizaram novos exames nesta semana e não foram diagnosticados com a doença. Com isso, ambos estão liberados pelo clube para retornar aos trabalhos no CT da Graciosa. A informação foi confirmada pelo infectologista Jaime Rocha em entrevista à Banda B.

“A gente sabe que a doença permanece rodando e todos os protocolos de segurança são para que casos pontuais não se transformem em um surto dentro de uma unidade que é o clube. A gente evoluiu da primeira fase de treinamentos físicos para contato com bola, mas sem jogos e nenhum treino coletivo. Entre uma etapa e outra foi feito os exames e encontramos duas pessoas. As pessoas são assintomáticas, não sentiram nada, e isso fez com que fossem afastados. Posso antecipar que os dois têm resultados negativos desta semana e vão poder retornar as atividades“, explicou Rocha.

O infectologista do Coritiba ainda destacou que o importante no momento é a segurança dos funcionários. “Vamos testar qualquer um que tenha sintoma para manter todos os protocolos de segurança. A segurança dos indivíduos e da coletividade em primeiro lugar e depois vem o futebol”, disse.

O Coritiba foi o primeiro clube paranaense a retornar aos treinamentos no CT da Graciosa no dia 25 de maio. Antes da volta, 50 pessoas foram testadas para o novo coronavírus e ninguém testou positivo. Já a segunda bateria de testes aconteceu na semana passada com 64 funcionários e dois deles foram diagnosticados com a doença.

Ainda não tem uma previsão de retorno do Campeonato Paranaense. Quando a bola voltar a rolar, o Coritiba disputa as quartas de final do estadual contra o Paraná. A ida será realizada na Vila Capanema e a volta acontecerá no Couto Pereira.