Dirceu Krüger, maior ídolo da história do Coritiba, faleceu na manhã desta quinta-feira (25). A morte do ‘Flecha Loira’ comoveu a todos os fãs e até mesmo aos clubes rivais, que lamentaram o ocorrido através de comunicados nas redes sociais. Não foi diferente com os companheiros de profissão de Krüger, como ex-jogadores e dirigentes que conheceram a lenda alviverde.

Dirceu Krüger. (Divulgação/Coritiba)

Foram 53 anos trabalhando no Coritiba como jogador, treinador, coordenador técnico, responsável pelas categorias de base e maior ídolo da história do clube. Durante esse tempo, viveu diariamente com personagens importantes do futebol paranaense e fez amizade até com adversários, como no caso de Barcímio Sicupira, maior artilheiro da história do Athletico, principal rival do clube que ele tanto amava.

” O ‘Flecha Loira’ era um sujeito muito querido, muito companheiro, e, mesmo sendo meu adversário, nós dávamos muito bem. É uma notícia muito triste. Meu grande amigo faleceu”, disse o comentarista da Banda B.

Outro grande personagem importante para a torcida coxa-branca, o ex-meia Alex, lamentou a perda irreparável para esporte paranaense. “Não é fácil passar por isso, mas desejo minhas condolências a todos os torcedores e mandar muita luz à família. Quero também agradecer a tudo que ele fez, não somente por mim, mas dentro do clube. A história e o legado ficarão para sempre”, analisou o craque.

Pachequinho, outro profissional que trabalhou por anos ao lado de Krüger, se emocionou ao lembrar da trajetória lado a lado do ídolo. “Era uma relação de pai e filho. Então, desde o começo da minha carreira com 17 anos, até o momento em que me tornei técnico, eu sempre tive o amparo da amizade e do carinho dele. Era um apaixonado pelo Coritiba”, revelou.

“Uma perda muito grande para o torcedor paranaense de forma geral, porque ele ultrapassou essa paixão clubística. Uma grande pessoa, que deu grande exemplo como profissional, com uma dedicação impressionante”, afirmou o ex-jogador e comentarista da Rádio Banda B, Serginho Prestes, que conheceu Dirceu Krüger ainda nas categorias de base.

O ex-presidente do Coritiba, Vilson Ribeiro de Andrade, revelou a importância não apenas como craque, mas também como conselheiro para todos dentro do alviverde.”Foi meu grande ídolo. Ele sempre foi a voz da experiência, que era ouvida pelos presidentes que passaram pelo clube. Que os exemplos dele, dentro e fora de campo, sirvam para todos nós, que amam o Coritiba. Krüger o colocava acima de qualquer coisa”, relembrou Ribeiro.

Os jogadores Alan Costa e Wilson, do atual elenco coxa-branca, também lamentaram a morte do artilheiro. Costa disse Krüger “era muito otimista, sempre presente no dia-a-dia” e afirmou: o elenco tem de que homenageá-lo com o acesso à Série A em 2020. Já o goleiro e atual ídolo alviverde afirmou que lhe ‘faltavam palavras’ para definir a importância de Krüger. “Todos sempre falaram bem dele, salientando a importância dele para a garotada da base. Sua vida se confunde com a do Coritiba”, acrescentou.

O meia Giovanni, recém-chegado ao clube, contou da inspiração que o ‘Flecha-Loira’ representava para o atual quadro de jogadores. “É um dia muito triste, mas o usaremos como exemplo para representar bem o Coritiba e chegarmos ao patamar de ídolo no time”, analisou.

Odivonsir Frega, funcionário do Coritiba desde 1972, conviveu com Krüger diariamente nos últimos quarenta e sete anos. Ele relembrou com carinho do amigo. “Agora vem uma saudade incomensurável. Nós almoçávamos todos os dias na mesma mesa. Será difícil para evitar a dor, mas não esqueceremos o legado importantíssimo para o Coritiba, principalmente naquela campanha de 1985. Krüger é inigualável”, contou.

Outra importante personalidade curitibana que lamentou a morte de Dirceu Krüger foi o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel. “Recebemos com muito pesar essa notícia. Fez muito pelo Coritiba e, além de ser campeão, formou dezenas de campeões. Curitiba lamenta muito essa perda. Fica aqui o nosso abraço, e conversando hoje com o prefeito Rafael Greca, foi definido que o próximo centro esportivo na cidade seja denominado Dirceu Krüger, uma homenagem ao grande esportista”, disse exclusivamente à Banda B.