Alex faz estágio no Sub-17 alviverde (Divulgação/Coritiba)

O elenco Sub-17 do Coritiba ganhou um ‘estagiário’ de respeito. Enquanto se prepara para tirar a licença B de treinador da CBF, o ex-meia Alex iniciou um período de observação nas categorias de base do clube, previsto no módulo de Análise e Observação de Treinamentos, com uma carga horária de 40h de atividades in loco.

No curso da CBF, Alex é colega de turma do técnico da equipe Sub-17 alviverde, César Bueno, e também de Ricardo Quandt (técnico do time Sub-20), João Nogueira (técnico do Sub-15), Alan Ribeiro (técnico do Sub-11) e Jacskon Schwengber (auxiliar de preparação física do elenco profissional).

Depois que encerrou a carreira no próprio Coritiba, em 2014, Alex aproveitou a aposentadoria para se dedicar à família e atualmente exerce a atividade de comentarista esportivo no canal de televisão ESPN Brasil. Apesar da função atual, o ex-jogador destacou a sua vontade de ser treinador.

“Quando resolvi encerrar a carreira, eu tinha ideias bem definidas e estou seguindo. Descansar com a família, eliminar meus pensamentos de atleta, ver o futebol com os olhos de cima. Descansei, fiz cursos de gestão e ainda ganhei um bônus que foi o convite para trabalhar na TV. Aprendi também a visão de parte da imprensa esportiva. Decidi que serei treinador de futebol e resolvi fazer o caminho que acredito ser o natural: estudar e buscar as licenças que são necessárias”, comentou ao site oficial do Coritiba.

No processo de preparo para a nova função, Alex não esconde o prazer de voltar às raízes e dar mais uma vez o primeiro passo dentro do clube que o revelou para o futebol. “Fiz o curso da CBF com o professor César Bueno e outros profissionais do clube e aproveitei para dar sequência com eles. O que para mim é um prazer. Cheguei no pré-mirim no clube quando jogava. E, como treinador, quero um mesmo caminho. De ir aprendendo dia a dia e quem sabe um dia ser treinador de futebol profissional. É o primeiro passo. Agradeço ao Coritiba, presidente, diretoria e a esses profissionais do departamento de base a estarem me oferecendo essa oportunidade de vivenciar e aprender com eles”, finalizou o ídolo alviverde.

A licença B de treinador da CBF dá a permissão para exercer o cargo de treinador nas categorias de base. Para atuar como técnico profissional, é necessário tirar a licença A ou Pró da entidade.