Técnico do Coritiba criticou o atual momento do Brasil (Reprodução/Banda B)

A greve dos caminhoneiros segue refletindo em todos os setores do país e no futebol não é diferente. Com a possibilidade de adiamento de jogos nas Séries A e B do Campeonato Brasileiro, o técnico Eduardo Baptista aproveitou a oportunidade para criticar o atual cenário país e minimizou a preocupação com o calendário do futebol.

“Primeiro, é muito triste. O país vive uma incompetência, uma falta de honestidade dos nossos políticos. Ontem eu fiquei emocionado com o pessoal jogando leite fora, com tanta gente passando fome. Se não tiver jogo, não tem problema. Eu acho que a gente não pode nem pensar em jogo em uma situação dessa. É um momento caótico e tende a piorar. Temos que descansar e trabalhar, mas acho que o futebol fica em segundo plano”, disparou o treinador em entrevista coletiva após a vitória do Coritiba, na última sexta-feira (25), no Couto Pereira.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) segue monitorando a greve dos caminhoneiros e não descartou a suspensão das rodadas das principais divisões do futebol brasileiro. As partidas marcadas para este final de semana seguem mantidas, também por conta da ausência de datas no calendário para a reposição.

O Coritiba volta a campo na próxima terça-feira (29), para encarar o Londrina, fora de casa, às 21h30, no Estádio do Café, em compromisso válido pela oitava rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.